(Fonte da imagem: Reprodução/MacRumors)

Steve Jobs, ex-CEO da Apple que faleceu no ano passado, estava planejando lançar um sistema operacional com suporte para anúncios. É o que revela Ken Segall, autor do livro “Insanely Simple: The Obsession That Drives Apples Success” (Insanamente Simples: A Obsessão Que Impulsiona O Sucesso Da Apple, em tradução livre).

Segundo Segall, Jobs considerou implantar anúncios publicitários no Mac OS 9, lançado em 1999. Os usuários poderiam adquirir essa versão do sistema (com anúncios), que seria gratuita, ao invés de pagarem a licença de U$ 99. 

A versão com anúncios teria sido planejada porque o fundador da Apple acreditava que muitas pessoas não atualizavam o sistema operacional devido ao preço. Essa seria uma maneira de atrair esses usuários para a nova versão do SO. A Apple conseguiria recuperar o investimento através da venda dos anúncios. O usuário poderia se livrar da publicidade pagando a licença.

Pedido de patente

O conceito voltou à tona em 2008, através de um pedido de patente da Apple. Nele, a empresa explora a possibilidade de adicionar anúncios integrados ao SO. A ideia era oferecer produtos e serviços gratuitos (ou com desconto) para aqueles que aceitassem usar o sistema operacional com suporte a publicidade.

Os anúncios dentro do sistema seriam contextuais. Por exemplo, quando a tinta da impressora estivesse acabando, uma propaganda de uma empresa do ramo (como HP e Epson) seria exibida juntamente com o aviso de pouca tinta no cartucho.

Não se sabe por que Jobs desistiu da ideia e nem por que a Apple resolveu patentear o conceito dele, nove anos depois. A provável explicação é que a empresa estava tentando proteger uma das ideias do ex-CEO.

Fonte: MacRumors

Cupons de desconto TecMundo: