Faz tempo que a Apple está prometendo apagar milhares de aplicativos existentes na App Store do iOS. Não: ela não vai apagar por simples luxo, a ideia é deletar apps "abandonados" por desenvolvedores, que não recebem atualizações e não cumprem mais as diretrizes políticas da loja.

Promessa é dívida. Agora, segundo a empresa de inteligência Sensor Tower, a Apple já removeu 47,3 mil aplicativos da App Store apenas em outubro deste ano — um aumento de 238% quando comparado ao mesmo período do ano passado. Entre janeiro e setembro de 2016, a média mensal de apps removidos foi de 14 mil.

A Apple provavelmente não deletou os seus apps favoritos

Dos mais de 47 mil aplicativos apagados da loja, a maior parte estava na seção "Games", que é a maior e mais popular. Segundo a Tower, 28% dos banimentos foram feitos nessa área. Em sequência respectiva, os apps deletados afetaram Entertainment (8,99%), Books (8,96%), Education (7%) e Lifestyle (6%).

Caso você esteja preocupado, a Apple provavelmente não deletou os seus apps favoritos. Isso porque a Maçã apenas tirou do ar aplicações que não eram mais atualizadas. Por exemplo, mais da metade delas não era atualizada desde maio de 2015 — pior, 25,6% dos apps não eram atualizados desde novembro de 2013.

Por outro lado, enquanto aplicações são removidas aos milhares, a App Store só cresce: a Tower estimou que a loja vai dobrar de tamanho até 2020, totalizando 5 milhões de apps disponíveis. Para você ter uma noção, de acordo com a própria Apple, cerca de 100 mil apps são adicionados e atualizados toda semana.

Gráfico de apps apagados

Cupons de desconto TecMundo: