O analista Ming-Chi Kuo, da KGI, afirmou que a Apple vai lançar um produto de realidade aumentada em "um ou dois anos". Em nota para investidores da Maçã, Kuo disse que a AR "encaixa na aptidão da Apple em entregar experiências inovadoras aos usuário".

De acordo com Kuo em nota, o iPhone será o responsável por carregar a solução de realidade virtual — contudo, ele não forneceu detalhes de como isso será feito. Acredita-se, em parte, que a utilização do iPhone será de alguma maneira similar aos smartphones Android que já podem ser usados em produtos de realidade virtual (VR).

  • Para você não confundir: um exemplo de realidade aumentada é Pokémon GO, que usa a câmera do celular para mostrar os monstrinhos no mundo real

Enquanto a Apple deve trazer um produto que trabalhe com o hardware do iPhone, a fabricante que está tornando realidade uma solução robusta de AR é a Microsoft com o HoloLens. O HoloLens possui displays transparentes, sensores e câmeras, além de um software próprio, para entregar a experiência mais imersiva possível.

Kuo também acredita que AR da Apple sirva para, por exemplo, mudar drasticamente a maneira em que usuários lidam com o Watch e o Apple TV, o que eliminaria telas pequenas e melhoraria os controles de comandos.

Apple Car (conceito)

Apple Car?

Faz tempo que rumores sobre a Apple desenvolver um carro próprio e autônomo existem — o projeto tem até nome: "Titan". O relato ainda indica que a realidade aumentada seria utilizada como tecnologia automotiva na Maçã.

No caso, a AR viria no painel do veículo e também entregaria uma integração melhor com a assistente virtual Siri para o motorista. Vale notar que Tim Cook, CEO da Apple, já comentou que está investindo na tecnologia de realidade aumentada "a longo prazo".

Cupons de desconto TecMundo: