O lançamento de iPhones não gera dinheiro apenas para a Apple. Como um ecossistema, o smartphone da Maçã também acaba levando uma verdinha para diversas parceiras envolvidas nos componentes do aparelho. Contudo, dessa vez, parece que é a Intel quem vai levar uma bolada para casa, com uma receita de US$ 1,5 bilhão (R$ 4,9 bilhões, em conversão direta).

Como isso deve acontecer? De acordo com a companhia de pesquisa financeira Cowen & Co, a Intel vai fornecer mais de 50% dos modens 4G LTE para os novos iPhones 7, que vão gerar os bilhões de dólares. Anteriormente, era esperado que a Qualcomm fosse a fornecedora única das peças — como nos anos anteriores — mas isso não deve mais acontecer.

A Cowen & Co acredita que a Intel vai entregar entre 100 e 110 milhões chips 7360 LTE para a Apple, que devem rodar principalmente nas redes celular da AT&T. Por causa das dimensões do chip da Intel, que mais fino que os utilizados anteriormente, os analistas acreditam que a Maçã pode desenvolver um iPhone 7 mais fino — com um uma bateria de maior densidade.

Algumas imagens do novo iPhone acabaram vazando nos últimos. Apesar de termos uma ideia bem forte de como o aparelho vai se parecer, os recursos e o hardware ainda estão praticamente no campo dos rumores. Se você quiser saber mais detalhes sobre o iPhone e ver as fotos vazadas, clique aqui

Cupons de desconto TecMundo: