Enfim o mundo teve a oportunidade de conhecer o Android N, nova versão do sistema para dispositivos móveis que foi apresentada durante o Google I/O 2016. Uma das novidades apresentadas na ocasião foi o sistema de usar duas partições do sistema para que as atualizações de software aconteçam em segundo plano. Porém, nem todos os usuários terão acesso a ela. 

Analisando os modelos de smartphone que estão disponíveis atualmente no mercado, podemos ver que nenhum deles utiliza um sistema de partição em suas memórias, incluindo aqui os modelos mais novos da linha Nexus. Por conta disso, é de se esperar que apenas aqueles que adquirirem dispositivos lançados futuramente poderão curtir essa novidade. 

Muitas fabricantes precisariam de um novo hardware para disponibilizar a novidade do sistema operacional

Outro ponto que vale a pena ser mencionado é o fato de que muitas fabricantes precisariam de um novo hardware para disponibilizar a novidade do sistema operacional da Gigante das Buscas, o que demandaria dinheiro e tempo. Há relatos de que apenas os novos celulares da linha Nexus vão trazer esse recurso, mas por enquanto essa informação é apenas um rumor. 

Ideia já vista 

A ideia utilizada pela Google na nova versão do Android segue uma ideia parecida com a vista no sistema de atualização do Chrome OS: dar ao usuário a oportunidade de recorrer a uma das partições para continuar usando o aparelho, enquanto a outra se encarrega de baixar as atualizações. Depois disso, basta reiniciar o dispositivo para que todo o processo seja concluído.

O que você achou do novo recurso do Android N: ele é algo indispensável ou é possível viver sem ele? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: