Entre as muitas novidades do Android M anunciadas durante o Google I/O 2015, uma que chamou bastante atenção foi um novo sistema para gerenciamento de energia. Batizada de Doze ("cochilo" ou "soneca", em português), essa funcionalidade promete dobrar a vida útil de uma recarga em seu tablet ou smartphone equipados com o novo sistema operacional.

O funcionamento é simples e combina a inteligência artificial do aparelho com os sensores de movimento. O sistema detecta quando o dispositivo não está com o usuário – quando está sobre a mesa ou no bolso, por exemplo – e coloca para "dormir" vários aplicativos que rodam em segundo plano, economizando bastante energia.

Novo sistema de gerenciamento de energia do Android M é realmente eficiente.

Bons resultados no Nexus 5

Com o objetivo de avaliar como o Doze e o novo sistema de gerenciamento de energia do Android M funcionam da vida real, o site alemão Computer Base resolveu testar essas funcionalidades em um Nexus 5. Os resultados? Surpreendentes, mostrando que a solução é realmente eficiente em economizar energia.

Nos testes, dois Nexus 5 foram utilizados: um equipado com Android 5.1.1 (Lollipop) e outro com Android M Developer Preview. A quantidade de carga gasta foi medida depois algumas horas e os resultados foram colocados lado a lado.

  • Após 8 horas em standby: Android 5.1.1 gastou 4% / Android M gastou 1,5%
  • Após 24 horas em standby: Android 5.1.1 gastou 12% / Android M gastou 4,5%
  • Após 48 horas em standby: Android 5.1.1 gastou 24% / Android M gastou 9%

Por conta disso, o Nexus 5, que com Android Lollipop era capaz de aguentar até 200 horas em standby, vê esse valor subir para 533 horas quando equipado com o Android M. O aumento é significativo e mostra que o novo sistema operacional da Google vai realmente ser desejado por muitos consumidores.

Cupons de desconto TecMundo: