Digamos que você está no meio de um deserto ou de uma selva remota e precisa desesperadamente de uma conexão WiFi. Parece uma situação improvável, mas é algo cada vez mais possível nos dias de hoje, especialmente após duas grandes empresas do mercado de nicho de hotspots com dados de satélites entrarem na disputa.

Apresentados nesta semana, o Sat-Fi da Globalstar e o Go! da Iridium prometem fornecer o mesmo tipo de compartilhamento de dados que conhecemos nos hotspots móveis, mas baseados na rede de satélites de cada companhia de forma a oferecer cobertura por todo o mundo. Ambos os aparelhos permitem chamadas de voz, trocas de mensagens e até conexão com a internet.

O Iridium Go! fornece suporte a até cinco usuários simultâneos, vem com uma antena levantável para satélite e uma carcaça que recebeu o certificado MIL-STD 810F para dureza e IP65 para resistência a água. A companhia afirma que basta abrir a antena para que o hotspot se ative e conecte, com os detalhes sendo exibidos na tela integrada. No entanto, será preciso ter um app instalado nos dispositivos que quiserem fazer uso do equipamento.

Outras possibilidades

Já o Sat-Fi da Globalstar funciona de uma forma ligeiramente diferente, usando sua conexão por satélite para criar uma ponte entre os smartphones existentes usando o mesmo número para mensagens e ligações independentemente da sua localidade. A alternância entre os sinais de celular e satélite deve acontecer automaticamente, com os dispositivos indo de um tipo de conexão para o outro quando entrarem e saírem do alcance do aparelho.

O Iridium Go! deve ser lançado na primeira metade deste ano, custando supostos US$ 800 pelo aparelho em si e com planos de dados por US$ 35 ao mês – embora não se saiba ao certo que tipos de dados serão disponibilizados por esse preço. A Globalstar ainda não deu qualquer informação sobre preço do dispositivo ou de seus planos de dados, mas afirmou que espera ter os gadgets certificados pela FCC durante o segundo trimestre de 2014.

Cupons de desconto TecMundo: