Os usuários do Windows e do Snow Leopard discordam em muitos pontos, mas é opinião da maioria que o dock do sistema da maçãzinha é lindo e torna a Área de trabalho muito mais agradável.

Para quem ainda não conhece, o dock é aquela Barra de ferramentas do sistema operacional da Apple que reúne na Área de trabalho ícones grandes dos programas e arquivos mais acessados pelos usuários. Com esse tipo de menu, todos aqueles aplicativos que você mais usa estão à sua mão rapidamente.

A própria Microsoft já se rendeu à beleza do dock e, hoje, você pode utilizar um sistema similar no Windows 7 - a Barra de tarefas. Mas para os usuários do Windows Vista a opção não é nativa do sistema operacional. Assim, a solução para muitos é baixar um programa que crie um dock.

Já para quem ler este tutorial, não será necessário instalar ou nem mesmo baixar nem um único aplicativo. O Baixaki ensina a você como criar um dock na Área de trabalho do Windows Vista, e a grande surpresa é que você pode realizar a tarefa no próprio sistema.

Primeiro passo: trabalhando com a Barra de inicialização rápida O dock deve ser baseado em uma pasta pré-existente. Para facilitar o trabalho, escolhemos a Barra de inicialização rápida. Ela foi escolhida porque normalmente já contém navegadores, tocadores de mp3 e os programas mais utilizados em geral.

Para encontrar a Barra dentro do sistema, digite o comando Windows + E (para abrir o Windows Explorer) e acesse o endereço:

C:\Users\SEUNOMEDEUSUÁRIO\AppData\Roaming\Microsoft\Internet Explorer

ATENÇÃO: não se esqueça de substituir “SEUNOMEDEUSUARIO” pelo nome de usuário que você utiliza em seu sistema.

Nesta pasta você visualiza o diretório Quick Launch (Barra de inicialização rápida). Arraste-o para o extremo topo de sua Área de trabalho. É muito importante que este extremo seja realmente extremo: arraste até o ícone sair da sua área de visão. Isso cria uma nova Barra de ferramentas na região.

Procure o Menu Quick Launch com o Windows Explorer.

Clique com o botão direito do mouse sobre essa nova Barra de ferramentas e selecione Exibir>Ícones grandes. Mantenha as opções “Mostrar Título” e “Mostrar Texto” selecionadas, pois isso guiará a organização do novo dock.

Agora que o visual do dock já está praticamente pronto, só falta adicionar os programas que você mais utiliza. Vamos passar então para o próximo passo: a hora de escolher esses aplicativos tão importantes.

Segundo passo: quais programas são mais importantes?Seu dock deve conter todos os programas que são mais importantes para você. Abra o Menu Iniciar e selecione um por um os aplicativos que devem aparecerem. Clique sobre o título deles com o botão direito do mouse e escolha “Adicionar ao Início Rápido”. Automaticamente elas irão para a pasta escolhida e, consequentemente, para o dock.

Adcione cada programa importante ao Menu de Ínicio Rápido.

Recomenda-se que sejam selecionados somente os programas que realmente são essenciais para o dia a dia. Não se esqueça de que tudo o que estiver na Área de trabalho (seja em menus, barras ou no desktop) acaba ocupando um pouco da memória para iniciar rapidamente.

Um dock lotado pode significar um computador mais lento e você não quer esperar séculos até que seu PC consiga iniciar o sistema operacional. Neste ponto, alguns já podem achar que o dock está perfeito. Mas ainda é possível deixá-lo ainda mais organizado e, lógico, torná-lo realmente uma facilidade.

Terceiro passo: um toque extra de organizaçãoSe você gosta de separar seus programas por tipo, este passo é para facilitar o trabalho. Agora é a hora de aprender a dividir os aplicativos em diferentes barras, agrupando-os por tipo ou ordem de utilidade.

Abra novamente a pasta Quick Launch (C:\Users\YOURUSERNAME\AppData\Roaming\Microsoft\Internet Explorer) e crie novas pastas dentro dela para organizar seus programas. No exemplo, utilizamos editores de imagem, navegadores, pastas de trabalho e utilidades.

Organize as pastas da forma mais lógica para facilitar seu trabalho.

Organize os programas e arquivos que devem aparecer no dock dentro das pastas correspondentes a eles. Depois, clique com o botão direito do mouse sobre a Barra de ferramentas e selecione Barras de ferramentas>Nova barra. Na janela que se abre, selecione uma das pastas que você acabou de organizar para que ela apareça no dock. Repita a operação com todas as pastas que organizou.

Além de bonito, o dock criado no sistema é muito prático: caso futuramente você deseje adicionar novos arquivos e programas a uma barra específica do dock, basta arrastar seu ícone até essa barra.

Agora que todos os programas e arquivos mais utilizados estão no dock, é hora de dar os toques finais para que ele fique ainda mais harmonioso em relação ao restante da Área de trabalho.

Quarto passo: o toque finalEstamos quase terminando o dock: vamos somente adicionar um toque final para deixá-lo mais elegante Clique com o botão direito sobre cada uma das seções e retire a seleção de “Mostrar Título” e “Mostrar Texto”.

Agora, somente os ícones devem aparecer, deixando o visual mais limpo. Se você está preocupado em como saberá o nome dos programas e arquivos apenas pelos ícones, relaxe: basta posicionar o cursor sobre ele e uma caixa de texto revela a informação.

Que tal o Desktop com este dock?

Que tal o dock criado no próprio sistema operacional? Deixe sua opinião e conte-nos se você gostou ou ainda prefere utilizar programas para fazer este serviço.

Cupons de desconto TecMundo: