YouTube agora pode cobrar por vídeos exibidos ao vivo

Parceiros ganham a opção de exigir um valor simbólico por transmissões de eventos.
  • Visualizações3.835 visualizações
Por Nilton Kleina em 11 de Abril de 2012

YouTube agora pode cobrar por vídeos exibidos ao vivo (Fonte da imagem: Divulgação/YouTube)

O YouTube Live está completando seu primeiro aniversário cheio de novidades. O serviço de streaming de eventos ao vivo incorporado ao site de vídeos anunciou em seu blog de criação três mudanças que ampliam as possibilidades de pessoas e entidades parceiras que têm acesso ao projeto.

A mais importante é uma opção capaz de monetizar as transmissões, como na televisão por assinatura. Quem exibir eventos ao vivo como lutas ou shows de música, cujos ingressos normalmente são caros, agora pode cobrar um valor quase simbólico pela transmissão para minimizar a falta de lucros.

Além disso, quem cuida das transmissões agora terá duas ferramentas importantes: um guia para ajudá-lo a montar prévias do evento e uma série de gráficos atualizados ao vivo com dados sobre a exibição do vídeo, como número de espectadores.

A última novidade é o Wirecast, um aplicativo usado em separado do YouTube pelos responsáveis por transmitir os eventos de maneira profissional. A partir dele, é possível trocar entre as câmeras ou microfones e até adicionar efeitos de edição ao vivo.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!