Editores de texto no Mac

Microsoft Word é sinônimo de editor de textos? Conheça outras opções e decida qual deles é o melhor processador de textos para você!
  • Visualizações51.645 visualizações
Por Bruna Rasmussen em 30 de Junho de 2009

Caneta na mão e um calhamaço de papel na mesa. Mesmo com a máquina de escrever, fazer redações, relatórios e longos trabalhos acadêmicos era sinônimo de trabalho braçal. Foi assim até  que os computadores resolveram aparecer e tornar a vida mais fácil: para que cansar seus dedos escrevendo longas páginas quando se pode digitá-las, corrigi-las e imprimi-las?



Mas quando os chips substituem o papel e a caneta, não é só o teclado que conta: um bom editor de textos é imprescindível. Editor de textos? É provável que a primeira palavra que veio à sua cabeça foi: Word, Microsoft Word. A mais conhecida ferramenta de textos do mundo já deve ter  ajudado bastante: trabalhos da escola, redações ou até mesmo cartas de amor, mas vale saber que ela não é a  única capaz de transformar em letrinhas na tela tudo aquilo que você digita no teclado. 



Muitos de vocês (principalmente quem migrou do Windows para o Mac) optam pelo uso da suíte Microsoft Office. Por mais acostumado que você esteja com ele, é importante conhecer as outras opções do mercado e escolher aquela que melhor se encaixa às suas necessidades.



Para dar uma visão geral do que cada editor de textos tem a oferecer, o Baixaki selecionou 4 deles (2 gratuitos e 2 pagos) e decidiu avaliar alguns quesitos em seu desempenho geral. Muitas das ferramentas de texto fazem parte de uma suíte de aplicativos. Nesta avaliação, a Equipe Baixaki só leva em conta o processador de texto, deixando de lado qualquer outra função ou software extra presente no editor.

Logo do NeoOfifce.

NeoOffice: Word em código livre

Baixe já!

Baseado no OpenOffice, suíte de aplicativos de código aberto, este é um processador de textos interessante que traz diversas ferramentas e recursos semelhantes aos do Microsoft Office. O programa é gratuito e vem com uma interface bastante simples e desco

mplicada, que coloca todos os botões de formatação e ferramentas a um clique do mouse. 



Uma grande vantagem é a disponibilidade de um corretor ortográfico em português. O dicionário utilizado é o mesmo do sistema operacional, portanto, pode funcionar também na língua portuguesa. Na área da formatação, o NeoOffice também não deixa a desejar, trazendo todos os recursos de formatação de fonte e texto, como cabeçalho, marcações etc.

Caso você precise inserir uma imagem para ilustrar seu texto, é só ir até o menu e escolher o arquivo. O gerenciamento de imagens e objetos gráficos no NeoOffice é muito eficaz e simples. As tabelas também não ficam fora disso, sendo possível formatá-las de acordo com as suas necessidades.

Na hora de salvar, o usuário tem acesso a diversas opções de formato: desde o DOCX até o básico RTF. Agora, se o arquivo a ser salvo possui várias páginas e recursos gráficos e de formatação, prepare-se: o NeoOffice é muito lento na hora de salvá-lo.

Logo do Bean
Bean: para o dia-a-dia

Baixe já!

Se você busca simplicidade, o Bean é o editor certo. Com uma interface moderna e com o menor número de botões e menus possível, o editor volta-se para o conteúdo em vez de se preocupar em menus de fácil acesso ou dezenas de informações na tela. Diferente daqueles que buscam por mil opções de formatação e ferramentas específicas, o Bean oferece apenas o básico para ser utilizado no dia-a-dia. 



Esqueça cabeçalhos, estilos hierárquicos e marcações: o Bean permite modificações na fonte, algumas alterações no espaçamento e só. Apesar de não trazer todas as ferramentas disponíveis em uma barra de ferramentas, o programa é fácil de utilizar e muito simples. Assim como qualquer editor de textos, ele permite inserir imagens, mas as tabelas são deixadas de lado.


A única função relacionada disponível reacionada a linguagem é a definição de palavras com o dicionário do Mac, portanto, não há qualquer forma de corretor ortográfico para ajudar você em suas redações ou relatórios. Apesar de haver dicionários e corretores online, este é um ponto bastante negativo no Bean, já que um corretor ortográfico é de muita utilidade.



Os formatos finais suportados também não deixam a desejar, permitindo que os documentos criados no Bean sejam compatíveis com diversos outros aplicativos e plataformas. Salve um texto em DOCX, TXT, RTF ou HTML, conforme a sua preferência. Apesar de não oferecer tantas ferramentas ou funções, a performance geral do Beans foi superior a do NeoOffice.

Microsoft Word: o poderoso chefão

Logo do programa.

Baixe já!

Seja no Mac ou no Windows, o Microsoft Word é referência em editor de texto. Com sua interface complexa, mas já conhecida pela grande maioria dos usuários, o Word acaba sendo a escolha número um para digitar um relatório, trabalho acadêmico ou pesquisa. 

Com a possibilidade de criar layouts e organizar elementos como imagens e tabelas junto ao texto, o usuário consegue uma diagramação bastante satisfatória.

Se você quer digitar a sua tese de doutorado, por exemplo, o Microsoft Word é o processador de textos indicado: de cabeçalho a marcações e formatação extensa, o editor de textos da Microsoft é o mais completo e poderoso processador de textos. 

Se você precisa de um bom dicionário ou corretor ortográfico em português, o Microsoft Word também é referência.

A parte de linguagens do editor é muito simples de usar e funciona direitinho. Apesar de ser supercompleto e trazer todo o tipo de ferramentas, um usuário comum não chega  a utilizar nem 40% de todas as funções oferecidas.

Os formatos de saída de documentos são flexíveis e, como você já deve saber, o DOCX é o padrão do Microsoft Word e o formato mais utilizado em todo o mundo para a troca de documentos de texto. Documentos criados por ele com certeza podem ser lidos por editores alternativos, portanto, não há por que se preocupar.

Logo do programa.
Apple Pages: aparência acima de tudo

Baixe já!

Mais do que um editor de textos comum, o Apple Pages oferece ao usuário a diagramação de documentos e a interação com objetos gráficos e imagens. Com um inovador recurso de tela cheia, o programa é voltado para blogueiros e pessoas que lidam com a interação de gráfico e texto.

O programa traz mais de 150 layouts para que seu documento fique estilizado desde o começo. Além das infinitas possibilidades de criação visual e diagramação (embora o programa não tenha o objetivo de substituir softwares como o InDesign), o Pages possui uma interface limpa e muito bem organizada. Assim como todos os produtos da Apple, ele tenta manter a simplicidade.



O Pages não traz mais do que metade dos recursos e ferramentas do Microsoft Word, por exemplo, mas pode-se ver que eles focam públicos e finalidades diferentes. O dicionário e o corretor oferecido são do mesmo do sistema operacional, mas mesmo assim funciona muito bem. O programa pode ser ideal para a criação de newsletters e trabalhos escolares, mas deixe a sua tese de doutorado fora disso!

Enfim...

Nesta batalha, o único vencedor é você, que pode, enfim, optar pelo processador de textos que melhor se encaixa ao seu perfil de usuário. Analise com calma e procure informações extras no site oficial de cada um dos editores.

Cada um deles apresenta pontos negativos e positivos, ficando por sua conta escolher qual é o melhor. 

Então, você precisa de ferramentas completas? Quer um editor gratuito? Sua necessidade está em um corretor ortográfico poderoso? Ou talvez na interface básica? Liste quais são as suas necessidades e faça a sua escolha.

Vale lembrar que a Equipe Baixaki selecionou apenas quatro deles, mas ainda existem outras opções como o NisusWrite e o BrOffice, por exemplo. E vale lembrar: mais do que uma tela em branco e um cursor piscando, um bom editor de textos é essencial.


Você é fã Microsoft Word? Conhece algum editor de textos interessante? Compartilhe a sua opinião!



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!