Snap-ins: descubra o que são e aprenda a usá-los

Já ouviu falar em snap-ins? Sabe para que servem?
  • Visualizações24.560 visualizações
Por Fabio Eduardo Amaral em 2 de Fevereiro de 2009

O Windows dispõe de várias ferramentas integradas para incrementar sua operacionalidade. Desde um monitor de desempenho até um firewall, são diversas as funções incorporadas ao sistema – tudo em prol de uma maior simplicidade e praticidade nas tarefas rotineiras de manutenção.

Vários desses recursos são acessáveis e configuráveis diretamente pelo Painel de Controle; outros, no entanto, permanecem camuflados. Isso aparentemente torna sua utilização complicada para usuários comuns, mas há outro menu dedicado exclusivamente à edição dos parâmetros de tais recursos (que, como você já deve ter desconfiado, são os chamados snap-ins): trata-se do Console de Gerenciamento Microsoft, também conhecido como MMC (ou Microsoft Management Console).

Ok, mas você ainda não explicou o que é snap-in


De um modo genérico, podemos dizer que snap-ins são objetos que se integram a outro objeto e, assim, funcionam como um todo. Fazendo uma analogia ao corpo humano, o tímpano e as orelhas seriam snap-ins do sistema auditivo; no mundo da informática, snap-in é um tipo de programa que funciona como um componente modular de outro aplicativo. No caso, as Ferramentas Administrativas (Agendador de Tarefas, Firewall, Gerenciador de Disco etc.) são os snap-ins do Windows.

Visualizando apenas o que é importante

Para definir quais as ferramentas que ficarão visíveis (dessa forma facilitando o acesso a elas), você deverá primeiramente abrir o Console de Gerenciamento Microsoft. Para fazer isso, clique no menu Iniciar e, na barra de busca, digite “mmc”. Uma vez que o Console esteja aberto, vá em “Arquivo” e selecione a opção “Adicionar/remover snap-in”. Uma nova janela surgirá, permitindo a escolha dos snap-ins que irão compor seu console; também será possível decidir qual computador cada um deles gerenciará.

Após selecionar os componentes desejados, o console (já personalizado) será aberto. Seus parâmetros poderão, então, ser configurados. Confira este vídeo demonstrativo:

 

 

Para salvar esse novo console, vá em “Arquivo” e, a seguir, em “Salvar”. Agora é só escolher um nome para o novo arquivo, que será armazenado dentro do diretório de Ferramentas Administrativas do Windows.

Restringindo modificações no console

Para evitar que as novas configurações sejam alteradas por outras pessoas que utilizarem o computador, abra o menu “Arquivo” e selecione “Opções”. Altere o Modo de Console para “Modo de usuário – acesso completo” e marque a caixa de seleção “Não salvar alterações neste console”. Nessa mesma janela será possível definir um título (que será exibido na barra de cabeçalho) para o novo console. Observe o vídeo:

 

 

Considerações finais

Vale lembrar que cabe a cada usuário escolher quais snap-ins lhe serão úteis. Como são diversos parâmetros em cada um deles, sugerimos pesquisar a respeito – para saber qual a configuração que se adequará ao seu gosto – antes de fazer qualquer modificação. Em caso de dúvida, sinta-se livre para opinar, criticar ou perguntar; nosso sistema de comentários existe para isso.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!