Por que o Windows 8 será o sistema mais seguro já feito

Entenda como o próximo sistema operacional da Microsoft deixará os usuários mais tranquilos com a adoção de novas medidas de segurança.
  • Visualizações71.452 visualizações
Por Wikerson Landim em 21 de Setembro de 2011

Na maioria das vezes, quando o assunto é segurança em sistemas operacionais, a discussão recai em três constatações bastante comuns entre os usuários: o Linux não tem vírus, o Mac é extremamente seguro e estável e o Windows tem muitas ameaças e pode deixar o proprietário à mercê de pessoas mal-intencionadas.

Entretanto, na prática, existem outras variáveis a serem consideradas que podem colocar o Windows, sim, como um dos sistemas operacionais mais seguros já lançados. A proteção ao usuário existente no Windows 7 já é bastante eficiente.

Acontece que o SO da Microsoft responde por quase 90% dos usuários, o que, consequentemente, o torna um alvo desejável por parte dos hackers (ou crackers, se você preferir). Assim, com muito mais gente tentando quebrar os seus códigos, é natural que mais brechas apareçam no Windows do que em outros sistemas.

Para o Windows 8, próxima versão do sistema operacional já disponível em versão pré-Beta, a Microsoft preparou uma série de funcionalidades a fim de proporcionar ainda mais segurança para os usuários. Conheça quais são as novidades e como elas vão garantir ainda mais tranquilidade para você.

Filtro SmartScreen

O filtro SmartScreen é uma série de sofisticadas tecnologias desenvolvidas para proteger o usuário de sites e programas maliciosos. Enquanto você estiver fazendo um download ou executando um programa, o filtro está de olho, verificando possíveis ameaças.

O SmartScreen oferece proteção contra pishing e ataques de malware, levando em consideração a reputação da URL ou a eficiência das linhas de código. O filtro remove ainda avisos desnecessários para os programas de editores com uma confiabilidade estabelecida.

Os testes são iniciados já no momento do download do aplicativo. Novas advertências de alto risco também são verificadas pelo filtro. As atualizações de sistema se encarregam de manter a biblioteca de proteção sempre em dia.

Apps estilo Metro rodam num ambiente mais seguro

Quando os usuários adquirem um app, o sistema se encarrega de que eles utilizem apenas as funcionalidades necessárias, não dando margem para disponibilizar outras ferramentas. Contudo, o app também pode perguntar ao usuário se ele deseja ou não controlar os dados.

Embora a base de dados global seja a mesma, com todos os usuários conectados acessando o mesmo conteúdo, o sistema permite isolar o app e os dados de cada indivíduo, permitindo acessos remotos ao mesmo tempo em que garante maior segurança no tráfego de informações.

Por que o Windows 8 será o sistema mais seguro já feito

Windows Defender

Para assegurar uma proteção legítima para todos os usuários do Windows 8, a Microsoft providenciou o Windows Defender. Ele é responsável por monitorar e proteger o sistema contra vírus e malwares em tempo real, detectando e removendo ameaças indesejadas.

No Windows 8, o software estará ainda mais eficiente. Durante o processo de boot, os drivers anti-malware são carregados e os softwares podem ser iniciados já com estabilidade e segurança.

Secured Boot

O Secured Boot consegue abortar malwares logo no início e deixa o PC consideravelmente mais resistente a ataques de baixa periculosidade. Mesmo que o vírus já esteja alojado no computador, o sistema consegue isolar a ameaça antes de o sistema operacional entrar em funcionamento.

Caso o componente em questão não seja certificado pela Microsoft, o Windows 8 inicia o Windows Recovery Environment, que automaticamente busca a melhor solução para que o aplicativo possa entrar em funcionamento sem apresentar riscos para o usuário.

Por que o Windows 8 será o sistema mais seguro já feito

BitLocker

O Windows 8 oferecerá aos usuários uma série de melhorias no BitLocker para reduzir os riscos de acessos a dados não autorizados. Com novas funcionalidades de hardware para a criptografia de dados, o software agora atua apenas nos setores onde há algo escrito.

Um Windows 7 melhorado?

Um grande temor por parte dos usuários é que ocorra com o Windows 8 exatamente o que aconteceu com o Windows Vista. Construído sobre a plataforma do Windows XP, o sistema apresentou diversos problemas e é considerado um dos piores lançamentos da empresa até então.

A próxima versão do Windows está sendo construída sobre a plataforma Windows 7, mas, ao que tudo indica, os erros do passado não serão repetidos. A integração com uma plataforma móvel é outro ponto positivo. O Tecmundo testou a versão pré-Beta do SO e você pode conferir as primeiras impressões sobre o sistema neste link.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!