Usuários indignados com a lentidão que suas máquinas apresentam depois de certo tempo de uso acabam recorrendo a diversas alternativas para tentar ganhar algum desempenho. Uma delas é usar a combinação de teclas “CTRL + SHIFT + ESC” para abrir o Gerenciador de Tarefas e fechar os processos que o usuário considera desnecessários.

O problema em se fazer isso é que nem sempre sabemos a que exatamente os processos abertos se referem, ou qual a sua importância para o bom andamento das tarefas do Windows. Esse fato é ainda mais grave quando falamos de um processo específico, que intriga muitos usuários: o “svchost.exe”.

As famosas DLLs

Todos os sistemas operacionais da Microsoft utilizam as “Dynamic-link Libraries” ou “DLLs” para os serviços importantes, que são responsáveis pelas tarefas internas do sistema. Praticamente todos os programas utilizados no Windows acessam pelo menos um dos arquivos DLL presentes nas pastas de sistema.

O problema é que arquivos DLL não são executáveis, e é aí que entra o papel do processo “svchost.exe”. Se você entende inglês, pode perceber que o nome do arquivo lembra a expressão “service host” ou “hospedeiro de serviços”. A função desse executável é justamente essa: ser a interface entre DLLs dos serviços do Windows e os demais componentes do sistema e executá-los quando necessário.

Um detalhe a ser exposto é que é simplesmente inviável abrir um processo para cada DLL carregada pelo sistema. Por isso, cada um dos processos “svchost” abertos cuida de um grupo determinado de DLLs. Por exemplo: um dos processos gerencia os serviços de rede, outro mantém funcionando a segurança, e assim por diante.

Posso finalizar um dos “svchost.exe”?

Depende. Muitos serviços do Windows são essenciais para o seu funcionamento, ou mesmo para manter a segurança do sistema intacta. Dentro de um dos processos “svchost”, por exemplo, são controladas as funções do Firewall nativo e, se fechado, poderá deixar seu computador vulnerável a ataques provenientes da web.

Gerenciador de Tarefas

Entretanto, como todo usuário de Windows sabe, muitos serviços executados são simplesmente inúteis para alguns perfis de usuário. Sendo assim, convém desligá-los completamente para ganhar performance, desde que o usuário tenha a certeza de que o serviço realmente está só ocupando espaço na memória e tempo de execução do processador.

ATUALIZAÇÃO: conforme apontado por diversos usuários no sistema de comentários, a caixa de seleção "Mostrar processos de todos os usuários" deve estar marcada para que os processos "svchost.exe" apareçam na lista. O Portal Baixaki agradece a comunidade por terem atentado para esse detalhe.

Vírus e malwares

Alguns programas maliciosos são capazes de se disfarçarem como parte integrante do sistema, nomeando seus processos como “svchost.exe” e confundindo o usuário. Um bom antivírus, com as últimas definições, costuma detectar esse tipo de ameaça sem problemas, mas o usuário também pode tentar descobrir se um processo aberto é legítimo ou suspeito.

Descobrindo o que cada processo faz

Se você abrir o Gerenciador de Tarefas do Windows (CTRL + SHIFT + ESC) e explorar a aba “Processos”, verá que existem diversos “svchost” abertos, com uma descrição genérica. O procedimento para descobrir o que cada um faz é simples:

1. Clique com o botão direito do mouse sobre um dos “svchost” abertos e, no menu de contexto, clique em “Ir para serviço(s)”.

2. Depois de alguns segundos, o Gerenciador de Tarefas mudará para a aba “Serviços”, mostrando todos os que estão em execução e selecionando aqueles gerenciados pelo “svchost” consultado.

3. Se você julgar que algum dos serviços mostrados não precisa ser mantido em execução, selecione-o, clique com o botão direito do mouse, e escolha a opção “Interromper Serviço”.

ATENÇÃO: novamente ressaltamos que não é recomendável interromper serviços que você não conhece, pois eles podem ser vitais para o funcionamento de outros programas, ou mesmo do sistema em si, que pode ficar imprestável ou parar completamente.

O procedimento acima não funciona no Windows XP, mas você pode fazer o download de programas como o Process Explorer (disponível para baixar no Portal Baixaki), que fornecem a habilidade de verificar em detalhes os processos em execução no PC e interrompê-los se necessário.

O Process Explorer e demais programas da categoria também podem ser usados em versões mais atuais do Windows, como o Vista e o 7, mas tais versões possuem facilidades embutidas que dispensam o uso de programas adicionais, a menos que você prefira ferramentas mais específicas do que as nativas do sistema.

Em resumo, o “svchost” é terreno pantanoso do Windows, que não deve ser mexido, a menos que você saiba exatamente o que está fazendo.