Windows 7: O que você precisa saber antes de migrar do XP para o Sete

Muitos usuários do Windows XP não gostaram do Vista e aguardam ansiosamente o lançamento do Windows 7. Veja aqui tudo o que você precisa saber antes de fazer essa grande mudança.
  • Visualizações263.829 visualizações
Por Pablo de Assis em 22 de Outubro de 2009

Desde seu lançamento em fase de testes, o Windows 7 já deu muito o que falar. Existem pessoas que o defendem, dizendo que é o melhor sistema operacional já lançado até hoje. Outros já dizem o contrário e afirmam que não passa de um Windows Vista mais bonito.

O certo é que o lançamento do Windows 7 representou, para muitos usuários do Windows XP, a melhor alternativa para não precisar usar o Vista, uma versão comprovadamente limitada. O Vista podia apresentar algumas pequenas melhorias relativas ao XP, mas a forma como elas se mostravam fez com que os usuários acostumados com o XP mostrassem resistências.

Você está pronto para usar o novo Windows 7?

Com certeza, independente de problemas, bugs ou diferenças, o Windows Seven é melhor para quem já estava acostumado com o XP. As diferenças, por maiores que sejam, não são tão difíceis de aprender. Mas enquanto o processo de aprendizado do Windows 7 é mais simples que o do Vista, a migração da máquina do XP para o Windows 7 é mais difícil. Além de preocupações com os programas e softwares, é preciso prestar atenção também no hardware.

Cuidados com o Hardware

Verifique com o desenvolvedor se seu Hardware é compatível com o Windows 7Uma das grandes diferenças entre o Windows 7 e seu antecessor imediato, o Windows Vista, é que aquele é um sistema operacional feito do zero e deixou para trás muita coisa trazida como peso, tornando o novo SO muito mais leve. Porém, o Windows 7 também exige muito mais da máquina e pede configurações mínimas que talvez muitos computadores que rodam o XP não possuam.

Enquanto os usuários do Vista podem simplesmente fazer uma atualização para instalar o Windows 7, os usuários do Windows XP precisam fazer a instalação customizada do zero. Mas antes disso, é sempre bom verificar se seu computador comporta a instalação.

Para isso, baixe, instale e rode o Windows 7 Upgrade Advisor. Este programa analisa se seu computador possui as exigências mínimas para rodar o Windows 7 confortavelmente. Por exemplo, o Aero do Windows 7 exige uma placa de vídeo forte. Caso você não tenha, é provável que o SO não rode como deveria.

Além disso, é sempre aconselhável verificar se o firmware das suas placas está atualizado. Entre no site do desenvolvedor e, caso encontre, baixe e instale. Isso pode ajudar a oferecer as condições mínimas para rodar o Windows 7.

Problemas de compatibilidade de Software e Drivers

Um grande cuidado que os usuários do XP devem ter antes de efetuar a migração é verificar a existência de versões compatíveis de seus softwares favoritos e dos drivers instalados. Um usuário pode ter uma placa de som diferente ou um aparelho um pouco mais antigo instalado no computador e que pode não oferecer um driver compatível com a atualização. Ou ainda, dependendo de sua ocupação ou dos programas que usa, pode ser que ele não funcione corretamente no Windows 7.

Alguns programas e drivers podem não ser compatíveis com o Windows 7.Atualmente, os desenvolvedores de hardware e software já estão produzindo drivers e softwares voltados para o Windows 7, ou ao menos que sejam compatíveis com ele. O risco não está nos programas e drivers mais novos. As chances são que, se ele for compatível com o Vista, ele será compatível com o 7 também. Contudo, programas ou drivers mais antigos podem não apresentar a mesma compatibilidade.

Se esse for o caso, a solução talvez seja investir em novas peças ou em um novo computador, ou quem sabe aguentar um pouco mais antes de migrar de forma definitiva. A Microsoft, por mais que já tenha anunciado a descontinuidade do desenvolvimento do Windows XP para o início de 2010, ainda promete suporte e atualizações de segurança até 2014. Até lá, junte dinheiro e compre um computador melhor para rodar o Windows 7 e suas novas e futuras atualizações.

Outro fato importante a ser relevado é que algumas versões do Windows Sete contam com a opção Windows XP Mode, na qual é possível rodar o Windows XP virtualizado dentro do Sete para abrir os programas que só rodam nesta versão.

Configuração mínima para instalar o Windows Sete:

  • Processador de 1 GHz ou mais rápido e 32 bits (x86) ou 64 bits (x64)
  • 1 GB de memória RAM (32 bits) ou 2 GB de memória RAM (64 bits)
  • 16 GB de espaço disponível em disco (32 bits) ou 24 GB de espaço (64 bits)
  • Processador gráfico DirectX 9 com WDDM 1.0 ou driver superior

O que você precisa saber antes de migrar

Sempre é bom estar preparado antes de efetuar grandes mudanças como essa. Como não basta só prestarmos atenção em detalhes, precisamos saber também exatamente o que fazer. Por isso, aqui vão sete passos importantes que você deve seguir antes de iniciar a instalação do novo sistema operacional.Tenha um computador atualizado e compatível com os requisitos mínimos.

Tenha um PC compatível

A primeira coisa que você deve fazer é verificar a compatibilidade de seu PC. Já falamos sobre os problemas e cuidado disso, logo, esta verificação é importante. O hardware pode ser avaliado usando o Windows 7 Upgrade Advisor e os softwares e drivers podem ser verificados nos sites de seus respectivos desenvolvedores. Tenha certeza dessa compatibilidade antes de seguir adiante.


Tenha em mãos o disco de sistema e chave de ativação

Durante a instalação do Windows 7, ele pede a chave de ativação, conseguida através da compra da licença. Ao comprar o disco original, você recebe essa chave ou, caso você queria, pode também comprá-la online e receber a informação no seu email, se for fazer instalação em várias máquinas diferentes. Infelizmente, sem isso, não poderá ocorrer instalação.

Independente da versão, tenha em mãos o disco e a chave de instalação.

Software de criação de imagem de disco ISO para backup

Instalar Windows 7 em uma máquina com Windows XP exige que este seja completamente apagado. Mas pode acontecer algum problema durante a instalação. Então, aconselha-se fazer uma imagem ISO de seu disco rígido. Assim, caso ocorra algum problema, você poderá utilizar essa imagem como se fosse um CD ou DVD e dar o boot em seu sistema através dessa imagem ISO, escolhendo o drive onde ela está como disco de boot.Uma cópia ISO também pode ser gravada em um CD ou DVD, se couber.

Outra forma é fazer uma cópia idêntica do seu disco que contém a instalação do Windows em outro HDD. Dessa forma, caso você não consiga fazer a instalação corretamente, pode sempre voltar para a versão anterior ser problemas. O programa Drive Dumper faz exatamente isso. Só que para isso, ou até mesmo para criar a imagem ISO do seu disco, é necessário outro HD, o que nos leva para o próximo passo.

Tenha um HDD externo grande o suficiente

Existem vários modelos de HDDs (Hard Drive Disk, ou disco rígido) externos ou discos removíveis. Os mais comuns são os pendrives, que funcionam com memórias Flash. Caso sua versão do Windows XP não tenha tantos programas ou atualizações, é possível que sua imagem ISO caiba em um pendrive de maior capacidade, como um de 4GB ou talvez até menor. Aconselha-se não ter mais nada gravado junto à imagem ISO de seu disco, para evitar algum conflito na hora de rodá-lo na inicialização.

Tenha um disco externo para guardar seu backup.Ainda é possível ter um HDD externo menor, modelo de notebook, que também é ligado via USB. Como eles costumam ter maior capacidade, é possível fazer uma cópia completa de seu disco antigo ou uma imagem ISO completa, com todos os programas e drivers instalados.

Uma outra alternativa é comprar uma gaveta ou dock externo para HDDs e um HDD novo para backup. Assim, você pode utilizar o Drive Dumper, criar uma cópia exata de seu disco com a instalação do Windows XP nele e, caso algo dê errado na instalação do Windows 7, tudo o que você precisa fazer é manualmente trocar o HDD do dock externo pelo HDD instalado no computador. Ele vai percebê-lo como o disco original e rodará o Windows XP sem problema algum. Essa técnica pode ser usada, inclusive, caso existam programas ou funções que não sejam compatíveis com o novos Windows 7, deixando ambos HDDs instalados no computador, que rodará com dual boot.Tenha em mãos, caso precise escrever alguma coisa.

Tenha em mãos papel e caneta

Ou tenha em mãos um bloco de anotar e um lápis com ponta ou algo que escreva. Durante o processo de instalação pode ser pedido para você anotar algumas informações, códigos, senhas ou qualquer outra coisa durante o processo de instalação. Como você não terá acesso aos programas do Windows, infelizmente não poderá utilizar o útil Ctrl+C Ctrl+V.

Saiba quais os aplicativos a serem instalados

Uma vez o Windows 7 instalado e rodando em sua máquina, é hora de instalar os programas. O novo sistema operacional vem somente com as predefinições de fábrica e com os programas básicos, dependendo da versão. Alguns aplicativos úteis e necessários para muitos não estão no pacote, como o Office ou seu navegador de internet favorito - que não seja o Internet Explorer 8, incluído no pacote do programa.Tenha em mãos os programas que você quer instalar depois da atualização.

É útil, inclusive antes de iniciar a instalação, ter em mãos os instaladores desses programas. Alguns deles, como o pacote do Office, possuem discos próprios. Outros podem ser baixados gratuitamente pela internet, salvos em um pendrive ou CD-R e instalados depois.

Tenha em mãos também os drivers de suas placas e dispositivos instalados em seu computador. Na nova instalação, eles não estarão incluídos e por isso precisarão ser instalados novamente. Por isso a verificação no começo da instalação é importante. Isso já não é necessário caso você faça a migração a partir do Windows Vista, pois ele também importa os drivers instalados para a nova versão.

Para quem vai migrar do Windows Vista, ele importa automaticamente todos os drivers instalados, já que o processo de migração é diferente. No Vista, você só faz um upgrade. Porém, os programas provavelmente terão de ser reinstalados.

Tenha tempo... Muito tempo...

Não embarque nessa se você não tem muito tempo.Instalar um sistema operacional como o Windows 7 requer muito tempo, principalmente com todos os preparativos necessários. Só o fato de preparar o disco externo para receber a imagem ISO ou cópia de segurança do Windows XP instalado requer ao menos de duas a seis horas, dependendo do tamanho do disco, da velocidade de transmissão dos dados utilizada e da instalação do Windows existente.

Além disso, existe o tempo de instalação do próprio Windows 7 e dos drivers e aplicativos a serem adicionados depois. Calcule só para os programas a mais cerca deduas a quatro horas. Isso, é claro, depende de quantos programas você quer ou precisa instalar.

Em resumo, por mais que você tenha todos os requisitos técnicos e materiais, não embarque nessa empreitada caso você também não tenha bastante tempo para dedicar na instalação ou tempo para ficar sem seu computador 100% funcional.

Esse tempo pode ser reduzido em dois casos: se você não quiser salvar nenhuma informação de sua instalação anterior ou se formatar sua máquina e iniciá-la do zero. Faça isso somente se você tem certeza que não vai precisar de mais nada. Isso poupa o tempo de criar a imagem ISO ou fazer o backup, mas mesmo assim ainda é necessário fazer todos os outros passos, principalmente conseguir uma cópia dos drivers das placas e componentes de seu computador.

Informações sobre o lançamento

O Microsoft já descontinuou os downloads e distribuições de chave de sistema para a versão RC do Windows 7. Agora eles pretendem investir pesado no lançamento oficial desse sistema operacional. Existirão diferentes versões, cada uma com sua especificação e preço. Talvez seja interessante estudá-las antes de decidir qual versão comprar para instalar em seu computador. Algumas informações sobre elas você pode encontrar nesta tabela:

Verifique aqui as diferenças de cada versão do Windows 7.

Em um pronunciamento oficial, a Microsoft anunciou que no Brasil serão lançadas somente as versões Home Basic Full, Home Premium Full, Professional e Ultimate. Os preços irão variar entre 329 e 669 reais. Não estará à venda, entretanto, a versão de atualização do Windows para aqueles que migrarão do Vista para o 7. Assim, quem já investiu na compra do Windows Vista tem que pagar o mesmo preço para atualizar que os usuários do XP.

Conclusão

Você já está pronto para usar o Windows 7?Com o lançamento mundial previsto para 22 de outubro, com certeza você, ao ler este artigo, poderá correr até as lojas e comprar a sua versão do Windows 7 preferida. Porém, antes de se aventurar nesse investimento, tenha certeza de que seu computador pode rodar o novo sistema operacional e que você tem tudo o necessário para instalá-lo em seu computador. Alguns analistas aconselham, inclusive, que o usuário compre um novo computador já com a versão do Windows 7 preferida, pois assim não há chances de perder a compatibilidade e o preço do sistema operacional em si é muito menor. Mas, caso prefira continuar com o seu PC, não custa nada voltar ao Baixaki, ler novamente este artigo e relembrar tudo o que você precisa fazer antes de migrar definitivamente do Windows XP para o Windows 7.

O que você achou do artigo? Você, usuário de Windows XP, quer migrar para o Windows 7? Acha que essas dicas lhe serão úteis? Deixe aqui sua opinião, conte-nos sua experiência e participe da discussão. Com certeza outros usuários poderão se beneficiar com seu comentário!



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!