Uma atualização, em tese, é um bloco de códigos desenvolvido para melhorar um software ou corrigir falhas presentes em sua versão anterior. Porém, todos nós sabemos que não é assim que funciona na prática, especialmente quando estamos falando de sistemas operacionais. Muitas vezes, a Microsoft acaba liberando um update que causa vários erros no Windows, diminuindo o desempenho do PC.

Isso já aconteceu algumas vezes com o Windows 10 e é provável que ocorra de novo em um futuro próximo – sendo assim, vale a pena aprender desde já como remover uma atualização problemática de seu computador. O procedimento é muito simples e parecido com o das versões anteriores do SO. A primeira coisa que você deve fazer é abrir o Painel de controle; em seguida, clique na opção “Desinstalar um programa”. Você verá a lista de softwares instalados na máquina. Clique em “Exibir atualizações instaladas” e a janela passará a exibir os updates.

Basta selecionar o pacote que você quiser e desinstalá-lo normalmente. Há uma forma alternativa de alcançar essa janela, caso prefira. Abra a janela Configurações, entre em “Atualização e segurança” e desça a próxima tela até encontrar e clicar no item “Opções avançadas”. Em seguida, entre em “Exibir histórico de atualizações” e o Windows mostrará a lista com os updates mais recentes. Basta clicar em “Desinstalar atualizações” e você será redirecionado para a página em questão.

Vale lembrar que nem todas as atualizações podem ser removidas – há alguns updates críticos que a Microsoft não permite a desinstalação. Alguns usuários devem se lembrar, por exemplo, de quando o Windows 7 foi atualizado e ganhou um verificador de autenticidade de sua cópia do SO. Esse pacote, por motivos óbvios, não podia ser removido.

Você já teve problemas com algum update do Windows 10? Comente no Fórum do TecMundo