O lançamento do Windows 10 foi acompanhado da chegada de uma série de implementações relacionadas aos mecanismos de segurança e de privacidade do novo software. O compartilhamento de senhas de redes WiFi entre contatos, a leitura da ID para o monitoramento do histórico de navegação e o envio automático do conteúdo digitado junto dos apps do sistema à Microsoft  são algumas das novidades que prometem melhorar as experiências do usuário na mais recente versão do SO.

Mas os recursos de sincronização de contas, de configurações wireless e de localização podem não agradar àqueles que desejam “blindar” seus dados pessoais. É que os serviços de fábrica do Windows 10 podem se mostrar invasivos a usuários não dispostos, por exemplo, a compartilhar atualizações do sistema e de aplicativos previamente baixados para computadores conectados à rede local.

Desabilitar manualmente as preferências de privacidade e segurança do badalado sistema operacional é possível, é verdade. O processo, porém, é trabalhoso e pode não se mostrar adequado a quem não domina o aplicativo de configurações do software. Neste tutorial, você vai aprender a usar um programa capaz de desativar por meio de apenas alguns cliques todas as opções de rastreamento de dados e de download e compartilhamento de atualizações do Windows 10.

Como usar a ferramenta antispy

Tudo o que você tem de fazer para evitar ameaças às suas informações pessoais é baixar o programa DoNotSpy10, selecionar as ações que deverão ser executadas e então aplicar as configurações. E atenção: algumas das funções devem ser desabilitadas apenas por usuários experientes do Windows.

1 – Baixe o aplicativo

O download de DoNotSpy10 pode ser feito gratuitamente por meio desta página. Se a ação não for executada de modo automático, clique aqui para baixar o programa diretamente pelo site do desenvolvedor. Feito isso, basta, então, fornecer as permissões necessárias e finalizar o processo através do instalador do software.

É possível desabilitar o compartilhamento de atualizações do Windows via DoNotSpy10.

Nota: o download foi bloqueado pelo Google Chrome? Tente baixar o arquivo via Mozilla Firefox, Edge, Opera ou outro navegador.

Atenção!

Durante a instalação de DoNotSpy 10, um ponto de restauração pdoe ser criado. Recomendamos a ativação deste recurso caso a aplicação das configurações de privacidade e segurança gere algum tipo de problema ao Windows 10.

2 – Desabilite as opções de monitoramento

Agora, basta selecionar as opções de monitoramento do Windows 10 que deverão ser desabilitadas. Mas tome cuidado: as opções exibidas em vermelho e laranja exigem certa intimidade do usuário junto do sistema da Microsoft. Confira a seguir a descrição de cada uma das funções avançadas que podem ou não ser desabilitadas.

  • “Disable Automatic Windows Store Updates”: desabilita atualizações automáticas do aplicativo Loja;
  • “Disable Automatic Windows Updates”: desativa atualizações automáticas do Windows;
  • “Disable Location”: desabilita os serviços de localização do Windows;
  • “Disable Malicious Software Removal Tool via Windows Update”: desabilita ferramenta de remoção automática de malwares do Windows Update – o que evita o eventual download de softwares maliciosos através das atualizações do sistema;
  • “Disable Setting Sync”: desabilita sincronização das configurações do computador aos dados da sua conta;

Não selecione as opções avançadas sem antes consultar a descrição das ações.

  • “Disable SmartScreen-Filter for URLs”: cancela a verificação de URLs pelo filtro inteligente da Microsoft, evitando o eventual rastreamento do histórico de navegação;
  • “Disable Steps Recorder”: desabilita a monitoração de dados de entrada (como os coletados pelo teclado) – essas informações podem ser usadas durante restaurações; seja cauteloso, portanto, ao marcar esta opção;
  • “Disable Telemetry”: interrompe o envio de dados sobre a performance do computador à Microsoft;
  • “Disable Windows Defenser”: marque esta opção apenas se um antivírus desenvolvido por terceiros já estiver instalado em seu PC;
  • “Disable Windows Media DRM Internet Access”: mídias que contam com o protocolo DRM deixam de acessar a internet e de receber atualizações;
  • “Disable Windows Update for other Products”: desativa o download de atualizações para outros produtos Microsoft.

Inibir a atuação dos rastreadores do navegador Edge, desativar os pedidos por feedbacks por parte da Microsoft e desabilitar as notificações de aplicativos são outras das ações que podem ser executadas por DoNotSpy10. Selecione, por fim, as opções de segurança e privacidade que deverão ser aplicadas e aperte “Apply” – clique sobre “Check All” para marcar todas as caixas (incluindo as configurações avançadas, exibidas em vermelho e laranja).

Lembre-se de criar um ponto de restauração antes de aplicar as configurações ajustadas.

Pronto! Todos os mecanismos de segurança e privacidade do Windows 10 que, de alguma forma, podem colocar seus dados pessoais em risco foram desabilitados!

...

Qual é o melhor antivírus para computadores da atualidade? Comente no Fórum do TecMundo