Após rumores de que o Wii U teria sua produção interrompida já este ano, a Nintendo se pronunciou a um site japonês e negou os boatos. Um porta-voz da empresa teria dito que a produção “está programada para continuar”.

A notícia dá novo fôlego aos fãs e sobrevida ao console, que enfrenta carência de lançamentos e vive apenas de exclusivos, fato que agrava o desgaste de seu ciclo de vida – o qual, se comparado ao mesmo tempo de existência do Wii, mostra um número de vendas imensamente menor.

“Esse não é um anúncio [interrupção da produção de Wii U] da nossa empresa. No próximo trimestre e adiante, a produção está programada para continuar”, diz o comunicado da gigante japonesa, traduzido pelo Kotaku.

Recentemente, a Nikkei, principal publicação japonesa sobre finanças, relatou que a Nintendo estaria eliminando o Wii U de sua linha de produção e que a empresa já teria interrompido a fabricação de determinados acessórios. O veículo tem um certo respaldo ao tratar de assuntos delicados dessa natureza e já divulgou planos não anunciados pela companhia – inclusive a existência de um novo modelo do 3DS, o New 3DS, antes mesmo de ele ser apresentado ao mundo em caráter oficial. Eis que o portátil foi lançado algum tempo depois.

A Nintendo já disse, formalmente, que pretende revelar seu novo console doméstico em algum momento deste ano. Com o iminente lançamento do NX, o Wii U vai parar no final da agenda da Nintendo e deve perder muita prioridade. Isso é um ciclo natural que ocorre com qualquer video game – e a dona do Mario, novamente, está com o fuso horário bagunçado em relação à janela de lançamentos da concorrência, assim como ocorreu com o Wii U, que se encontra num patamar um tanto isolado do mercado. Aguardemos.

Você acha que o tempo de vida do Wii U está chegando ao fim? Comente no Fórum do TecMundo.