O que é VGA?

Afinal, ele é um conector ou um padrão? Leia e descubra a resposta.
  • Visualizações153.853 visualizações
Por Fabio Jordão em 24 de Março de 2009

Com certeza você já conhece o termo VGA, todavia não faz ideia do que ele representa. A sigla na verdade é utilizada para fazer referência ao conector de vídeo das placas gráficas. A definição exata de VGA é “Video Graphics Array”, que numa tradução livre seria algo como “padrão de disposição gráfica para vídeo”.

Vale frisar que temos conhecimento do modo de funcionamento do padrão VGA, o qual opera em modo analógico, porém não abordaremos isso no texto, visto que é um tema deveras complexo e que também não fará grande diferença na compreensão do termo.

O conector

O conector VGA é encontrado tanto em cabos, para a conexão do PC ao dispositivo de saída, quanto em placas de vídeo, monitores e TVs. No cabo temos a versão “macho” do conector, pois é a parte que possui vários pinos para a transmissão das imagens, enquanto que nas placas de vídeo e dispositivos de saída há a versão “fêmea” que é parte que possui pequenos furinhos, onde será encaixado o cabo.

VGA

O conector que virou um padrão

O conector VGA foi inventado pela IBM e liberado no mercado no ano de 1987. A empresa também inventou o padrão, o único capaz de reproduzir maior quantidade de cores (até 256) e suportar a resolução de 640x480 pixels. Evidentemente, após a primeira versão do VGA, novos padrões foram surgindo, os quais receberam outros nomes.

 

A empresa que criou o conector e o padrão VGA

 

O substituto imediato do padrão VGA seria o Super VGA (SVGA), que era capaz de suportar resoluções ainda maiores. Entretanto, o SVGA não conseguiu manter seu nome, porque como ele utilizava o mesmo conector, todas as empresas consideravam-no como um VGA.

Isso aconteceu com todos os demais padrões que surgiram e que utilizavam o conector VGA. Eles eram capazes de exibir milhões de cores e suportar resoluções incríveis, porém como o conector ainda era o VGA, ninguém utilizava o termo correto para se referenciar a outros padrões.

VGA – Presente em monitores e TVs

O VGA é um conector que foi tão bem aceito no mercado que até mesmo os aparelhos televisivos (grande parte das telas LCD que suportam resoluções mais altas usam o VGA) incluíram o encaixe para receber sinal de computador sem a necessidade dos PCs possuírem um adaptador ou outro tipo de conector.

Um televisor da LG com entrada VGA, nomeada como RGB PC

Por quase vinte anos apenas o VGA imperou nos monitores, sendo que muitos deles ainda vêm com esta entrada para a utilização em placas mais antigas. Cada monitor consegue resoluções, cores e tempos de resposta diferentes, contudo, tudo isso não depende do VGA, mas sim dos monitores.

O cabo e o encaixe do conector VGA

Modo diferente de usar o termo

Comumente muitas pessoas utilizam o termo VGA para se referir à placa de vídeo, falando expressões como: “sua placa VGA deve estar com algum problema”. Claro que qualquer um entende de fato ao que a pessoa quer se referir, porém a utilização neste caso é porque as placas possuíam a saída VGA como padrão (hoje mais obsoleta) ou simplesmente para definir a placa como "Video Graphics Adapter".

Substitutos do VGA

O VGA ainda não morreu, contudo outros padrões — e conectores — já estão entrando no lugar do bom e velho conector. Nas placas de vídeo offboard atuais, somente os padrões DVI, S-Video e HDMI estão presentes. Já nas onboards, é mais raro encontrar o DVI, mas o HDMI tem dado suas caras nas placas-mãe mais recentes e é um conector que tende a ser o substituto do VGA e S-Video.

Novoc conectores que garantem uma qualidade absurda



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!