Quem acompanha o mundo da tecnologia e dos jogos eletrônicos há algum tempo já deve ter se deparado com polêmica sobre a influência dos games em relação à violência. Agora, quem decidiu contribuir para o time dos que são contrários aos jogos digitais é o Ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, que deu uma entrevista polêmica para a BBC.

A entrevista aconteceu em um encontro da Organização dos Estados Americanos, em que o Ministro brasileiro falou sobre medidas que o Governo está adotando para barrar os homicídios — e que devem ser oficializadas nas próximas semanas. Não há detalhes do que levou a conversa até os jogos eletrônicos, mas as falas dele foram bem duras.

Já no começo da matéria, a BBC cita uma fala de Cardozo: "A violência é hoje cultivada e aplaudida, seja em esportes ou jogos de crianças pequenas". Ele ainda disse que os games explorar uma cultura de violência, pois os jogos nunca exigem que os jogadores salvem vidas — "o vencedor é sempre quem mata".

Reprodução/BBC

Cardozo criticou até mesmo os jogos de esportes. O entrevistador questinou se ele se referia a games com foco no UFC, mas o Ministro foi além: "Às vezes tenho visto violência até em esportes que não tendem minimamente a ser violentos, como jogos de futebol".

A entrevista não cita relação entre a violência dos games e as medidas que serão apresentadas em breve. Será que o Governo vai tentar barrar jogos eletrônicos violentos?

Jogos violentos influenciam as pessoas? Comente no Fórum do TecMundo