Questão respondida

DJ RodrigoSilva Cidadão

Qual é a diferença entre a placa-mãe AT e ATX?

1 em 3/12/2009 às 13:20h

Alguem poderia me ajudar?

Questão respondida

Respostas

Mostrando de 1 a 5 de 5 respostas encontradas (0.047 segundos)
♥Val♥Descolado

Melhor Resposta

4♥Val♥ em 3/12/2009 às 21:54h

ATX e AT se refere ao tipo de conector do cabo de força da placa mãe ... logo a fonte do pc será diferente

ATX -- tem conector de +12V de 4 ou 8 pinos extra...na fonte para conectar a placa mãe...e o desligamento pode ser por software ...

AT - não possui esse conector extra...... não desliga por software...

Fonte: http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20070604114854AAkJyna

5Renan Mattos em 3/12/2009 às 13:39h

As siglas AT e ATX também servem para identificar a placa-mãe quanto ao tipo de gabinete que a mesma foi projetada. Outra informação importante é que os padrões AT e ATX são usados tanto para gabinetes no formato torre, quanto para gabinetes em formato horizontal.

AT é a sigla para Advanced Tecnology. Trata-se de um tipo de gabinete já antigo, sendo cada vez mais difícil encontrar computadores novos que utilizem esse padrão. Seu uso foi constante de 1983 até 1996. Um dos fatos que contribuiram para que o padrão AT deixasse de ser usado, é o espaço interno pequeno, que com ajuda dos vários cabos do computador, dificultavam a circulação de ar, levando, em alguns casos, a danos na máquina.

ATX é a sigla para Advanced Tecnology Extendend. Pelo nome, é possível notar que trata-se do padrão AT melhorado.Como desde o início, o objetivo do ATX foi o de solucionar os problemas do padrão AT (citados anteriormente), o padrão apresenta uma série de melhoras em relação ao anterior, sendo portanto, amplamente usado atualmente. Praticamente todos os computadores novos vem baseado neste padrão.

Entre as principais características do ATX, estão o maior espaço interno, proporcionando um ventilação adequada, conectores de teclado e mouse no formato PS/2 (tratam-se de conectores menores e mais fáceis de encaixar), conectores ****** e paralelo ligados diretamente na placa-mãe, sem a necessidade de cabos, melhor posicionamento do processador, evitando que o mesmo impeça a instalação de placas de expansão por falta de espaço.

A diferença basica entre a fonta AT e ATX é que a fonta ATX oferece um recurso muito útil: o de desligamento automático.
Basta vc mandar desligar o computador que ele desliga tudo sozinho, sem a necessidade de apertar o botão Power. Em outras palavras, é possível desligar o computador por meio de software.

Fonte: yahoo

Mateus RJMentor
1Mateus RJ em 3/12/2009 às 13:36h

AT é a sigla para (Advanced Technology). Trata-se de um tipo de placa-mãe já antiga. Seu uso foi constante de 1983 até 1996. Um dos factores que contribuíram para que o padrão AT deixasse de ser usado (e o ATX fosse criado), é o espaço interno reduzido, que com a instalação dos vários cabos do computador (flat cable, alimentação), dificultavam a circulação de ar, acarretando, em alguns casos danos permanentes à máquina devido ao super aquecimento. Isso exigia grande habilidade do técnico montador para aproveitar o espaço disponível da melhor maneira. Além disso, o conector de alimentação da fonte AT, que é ligado à placa-mãe, é composto por dois plugs semelhantes (cada um com seis pinos), que devem ser encaixados lado a lado, sendo que os fios de cor preta de cada um devem ficar localizados no meio. Caso esses conectores sejam invertidos e a fonte de alimentação seja ligada, a placa-mãe será fatalmente queimada. Com o padrão AT, é necessário desligar o computador pelo sistema operacional, aguardar um aviso de que o computador já pode ser desligado e clicar no botão "Power" presente na parte frontal do gabinete. Somente assim o equipamento é desligado. Isso se deve a uma limitação das fontes AT, que não foram projetadas para fazer uso do recurso de desligamento automático. Os modelos AT geralmente são encontrados com slots ISA, EISA, VESA nos primeiro modelos e, ISA e PCI nos mais novos AT (chamando de baby AT quando a placa-mãe apresenta um tamanho mais reduzido que os dos primeiros modelos AT). Somente um conector "soldado" na própria placa-mãe, que no caso, é o do teclado que segue o padrão DIN e o mouse utiliza a conexão serial. Posição dos slots de memória RAM e socket de CPU sempre em uma mesma região na placa-mãe, mesmo quando placas de fabricantes diferentes. Nas placas AT são comuns os slots de memória SIMM ou SDRAM, podendo vir com mais de um dos padrões na mesma placa-mãe. 10ºI

ATX é a sigla para (Advanced Technology Extended). Pelo nome, é possível notar que trata-se do padrão AT aperfeiçoado. Um dos principais desenvolvedores do ATX foi a Intel. O objetivo do ATX foi de solucionar os problemas do padrão AT (citados anteriormente), o padrão apresenta uma série de melhorias em relação ao anterior. Atualmente a maioria dos computadores novos vêm baseados neste padrão. Entre as principais características do ATX, estão:

* o maior espaço interno, proporcionando uma ventilação adequada,
* conectores de teclado e mouse no formato mini-DIN PS/2 (conectores menores)
* conectores******e paralelo ligados diretamente na placa-mãe, sem a necessidade de cabos,
* melhor posicionamento do processador, evitando que o mesmo impeça a instalação de placas de expansão por falta de espaço.
Quanto à fonte de alimentação, encontramos melhoras significativas. A começar pelo conector de energia ligado à placa-mãe. Ao contrário do padrão AT, não é possível encaixar o plug de forma invertida. Cada orifício do conector possui um formato, que dificulta o encaixe errado. A posição dos slots de memória RAM e socket de CPU variam a posição conforme o fabricante. Nestas placas serão encontrados slots de memória SDRAM, Rambus, DDR, DDR2 ou DDR3, podendo vir com mais de um dos padrões na mesma placa-mãe. Geralmente os slots de expansão mais encontrados são os PCI, AGP, AMR/CNR e PCI-Express. As placas mais novas vêm com entrada na própria placa-mãe para padrões de disco rígido IDE,******ATA ou******ATA II. Gerenciamento de energia quando desligado o micro, suporta o uso do comando "shutdown", que permite o desligamento automático do micro sem o uso da chave de desligamento encontrada no gabinete. Se a placa mãe for alimentada por uma fonte com padrão ATX é possível ligar o computador utilizando um sinal externo como, por exemplo, uma chamada telefônica recebida pelo modem instalado.

Fonte: wikpedia

FabioEspecialista
1Fabio em 3/12/2009 às 15:18h

e muito facil
AT- para ligar a o pc tens primero que arrancar a fonte o Botao de ligara o PC era ligado directamente com a fonte para dicer melhor o placa mae tinha menos control da energia
ATX- a placa mae tem total control da energia da fonte porque para ligar a fonte a ordem tem que partir da placa mae(especificamente de dois jumpers situados perto do onde sta ligado o speaker que faz os BIP quedo o pc arranca) esta e a configuracao actual de todos as maquinas actuales
E para concluir as fontes AT se podias fazer trabahlar sem estar ligado a uma pc ja es fontes ATX sem arrancam quando estiver conectado a um PC

Michael Conselheiro
0Michael em 3/12/2009 às 13:46h

resumindo é a conexão da fonte na sua placa mãe..........................
http://www.infowester.com/img_art/fontes_6.jpg

Tira-Dúvidas beta