Questão respondida

Rafael Mentor

Como fazer um cartão

1 em 29/11/2009 às 17:09h

Queria saber como faz um cartão, me indiquem um programa, um papel adequado e se possivel um tutorial para fazer tudo isso. Grato desde jah

Questão respondida

Respostas

Mostrando de 1 a 6 de 6 respostas encontradas (0.041 segundos)

Melhor Resposta

2Fernando Toyoda em 29/11/2009 às 17:52h

como fazer cartões de visita usando pimaco

O Assistente Pimaco + é uma Ferramenta única para a criação de etiquetas e Cartões de Visita. O software é eficiente e de fácil utilização, conferindo alta precisão na impressão. Possui compatibilidade com as plataformas Windows, Linux e Macintosh
1. Imprima na gráfica. Ninguém com mais de 13 anos deve usar cartões impressos em casa, a não ser que seja um profissional do design e saiba muito bem o que está fazendo. Aqueles formulários para impressão de cartão de visitas que estão à venda na papelaria servem para muitas coisas criativas, mas não para basear a primeira impressão profissional que você vai causar.
2. Se puder, consulte um profissional. Um designer profissional conhece e percebe detalhes que os leigos nem imaginam – além de estarem aptos a impedir você de praticar pecados capitais, como usar várias fontes e cores de texto diferentes, pouco contraste ou imagens que chamem mais atenção que seu nome.
3. Use formatos padronizados. Você sabia que existe uma norma ISO para as dimensões de cartões de identificação? É a ISO 7810, e ela define 3 formatos básicos, dos quais o ID-1 é o mais freqüentemente usado para cartões de visita. Toda pasta, fichário e scanner de cartões de visitas leva em conta estes formatos, e você não vai querer que seu cartão não possa ser armazenado ou scanneado.
4. Inclua todas as informações básicas. Seu cartão deve incluir seu nome completo, ou na forma pela qual você é conhecido no mercado em que atua. Ele deve trazer o nome da sua organização, seu cargo, o endereço físico, telefone corporativo, fax (se for o caso), e-mail e URL. Um logotipo (mas só se for “de verdade” – nada de incluir uma imagem de clip art!), frase ou slogan descrevendo sua atividade (ou seu diferencial) e o número do celular são adicionais bem-vindos. Considere com cuidado se deseja ir além disso, mas não corra o risco de um contato não conseguir encontrá-lo, mesmo tendo o seu cartão, porque você não colocou informações suficientes. E imprima todas as informações importantes na mesma face do cartão, caso contrário uma parte delas perderá a efetividade no momento em que o cartão for arquivado em uma pasta ou scanneado.


Cartões impressos em mini-CDs
5. Seja diferente, mas sem exagerar. Se você tiver interesse e o orçamento para isso, pode ser bastante criativo sem sair do formato comum. Use uma cor de fundo, imprima em plástico rígido ou um material emborrachado, coloque um diagrama ou tabela no verso, inclua uma mensagem em Braille (mesmo que ninguém nunca a leia, todos lembrarão de você), arredonde os cantos, imprima em mini-CDs… As possibilidades são infinitas, mas neste caso vale muito a pena seguir com atenção a dica número 2.
6. Saiba quando imprimir pequenas quantidades de cartões especiais. Vai palestrar em um evento importante? Que tal imprimir uma série limitada de cartões de visita especialmente para a ocasião, usando o mesmo tema visual dos seus slides, e colocando no verso o tópico principal da sua apresentação? Ninguém que você conhecer lá vai esquecer de você.
7. Verifique, e depois verifique de novo, se tudo está escrito certo. Entregue para mais alguém verificar, também. Confira cada número, cada vírgula, cada acento. E se alguma das informações mudar, imprima novos cartões imediatamente – nada de corrigir com caneta o número do celular que mudou!
8. Menos é mais. Nada de usar várias fontes diferentes, imagens intrincadas, todas as cores do arco-íris ou incluir um calendário (ou a tabela da copa do mundo, como eu já vi) no verso do cartão. Simplicidade é a chave, e idealmente deve haver espaço sobrando para que alguém possa fazer anotações no seu cartão sobre a conversa que teve com você.
9. Dê destaque para seu nome. O único elemento do cartão que pode ser mais visível do que o seu nome é o logotipo da empresa.
10. Cuide bem de seus cartões. Leve-os em um estojo rígido. É fácil encontrar porta-cartões de visita em qualquer papelaria.

ClecioMentor
0Clecio em 29/11/2009 às 19:36h

A dica do Toyoda é excelente. Eu uso aqui e estou satisfeito com ele. Os caras só não cobram porque ganham mais dinheiro vendendo os consumíveis para os quais ele é formatado. Vale muito a pena.

Lívia CabralEspecialista
0Lívia Cabral em 29/11/2009 às 20:26h

Não é o mais indicado,mas uso photoshop,mas sendo pago,indicaria o nero,isso mesmo,a versão nero 8 vem com exelentes criadores de capas de CD/ DVD,claro que não é especificamente para cartões,mas já usei para presentear como cartão uma amiga,e ficou muito bonito,se possuir o nero,abra e procure a opção de criar capa de cd/dvd.Bem,o papel que uso é fotografico,ele é levemente mais grosso do que o A4,e tem bem mais qualidade,para cartões fica muito bom,espero ter ajudado,e boa sorte ^^

0Renan Mattos em 29/11/2009 às 22:21h

dá uma olhada nestes links:

http://office.microsoft.com/pt-br/clipart/HA011921781046.aspx

http://office.microsoft.com/pt-br/publisher/HA010563141046.aspx

http://www.mxstudio.com.br/corel/como-criar-um-cartao-de-visita/

http://fonte.gratuita.com.br/2009/08/modelo-de-cartao-de-visita/

http://www.tecnofagia.com/internet/como-fazer-cartoes-de-visita

http://www.efetividade.net/2006/11/26/10-dicas-para-criar-os-melhores-cartoes-de-visita-e-usa-los-com-efetividade/



Sandro AlexConselheiro
0Sandro Alex em 30/11/2009 às 09:43h

Como o Fernando falou, use o assistente da Pimaco, mas nas grandes papelarias existem outros softs que já vem junto com um pacote de papéis.

JanDescolado
0Jan em 29/11/2009 às 17:48h

No Microsoft Office tem a opção Mala direta entao vc cria ali msm soh q demora e é um saco mas vale a pena.

Tira-Dúvidas beta