Questão respondida

!n4Macr0 Descolado

:: Qual a diferença entre o Hacker e o Cracker? ::

2 em 28/10/2009 às 17:22h

Ponto pra vc!!!

Questão respondida

Respostas

Mostrando de 1 a 13 de 13 respostas encontradas (0.188 segundos)
MoDi Sábio

Melhor Resposta

3MoDi em 28/10/2009 às 17:29h

Hackers são pessoas com grandes habilidades informáticas e que levam tudo o que fazem como um desafio pessoal, para ver se conseguem ou não realmente aceder a um determinado Pc, já os Crackers possuem igualmente grandes habilidades informáticas mas têm como principal objectivo, roubar dados, libertar virus, ou produzir qualquer tipo de estrago ao pc que invadiram ;)

NaldinhoNovato
2Naldinho em 28/10/2009 às 17:34h

O Hacker é do bem,só age dentro da lei,o Cracker é do bem e do mal...

Lucas CConselheiro
1Lucas C em 28/10/2009 às 17:36h

pesar de estarmos acostumados a ouvir casos de invasão de computadores praticados por hackers, a maioria destes ataques são, na realidade, realizadas pelos crackers. Atualmente a mídia impressa, eletrônica e audiovisual está utilizando o termo correto porque “hacker” transformou-se em uma profissão.

Os crackers são indivíduos que utilizam seu conhecimento para invadir computadores e roubar informações confidenciais. Geralmente essas informações são vendidas ou utilizadas para aplicar golpes na Internet.

Já o hacker é um indivíduo que utiliza seu conhecimento para testar os recursos de segurança instalados na empresa. Imagine a seguinte situação: você instalou um novo gerador de energia na sua empresa ou residência. É necessário testar este novo recurso contra a falta de energia elétrica. Você testa o novo gerador desligando a energia da sua empresa ou residência para verificar se o gerador é ativado e a energia é restabelecida. No mundo virtual o trabalho de um hacker é similar ao teste do gerador. Após a instalação de um controle de segurança, o hacker tenta realizar uma invasão ao sistema protegido para verificar se o controle de segurança foi instalado e configurado de forma correta. O hacker nunca invade um sistema com o intuito de causar danos.

O hacker é uma pessoa que tem um perfil autodidata. A maior parte das pessoas acredita que o hacker tem uma formação técnica. Ou seja, trata-se de uma pessoa que participou de cursos de graduação na área de tecnologia da informação ou formou-se em algum curso técnico relacionado a alguma tecnologia. Isso não é verdade! Por exemplo, o iPhone (smartphone desenvolvido pela Apple) foi lançado em 2007. Na época do seu lançamento a tecnologia foi considerada inovadora. A principio, só era possível utilizar a função de aparelho celular do iPhone em conjunto com a operadora AT&T nos Estados Unidos. O aparelho estava bloqueado para funcionar em outros países, incluindo o Brasil. Pouco tempo após o lançamento, o iPhone foi desbloqueado por brasileiros. Os responsáveis pelo desbloqueio não aprenderam na faculdade ou em cursos técnicos como desbloquear o iPhone. Isso ocorre porque os cursos não conseguem acompanhar o avanço da tecnologia.

O mercado reconhece o profissional rotulado como Hacker Ético pelo número de palestras que ministra, pelo número de artigos que publica, pelo número de cursos que ministra e pelo número de certificações obtidas. No meu ponto de vista as certificações são “títulos” exigidos pela sociedade. Na prática, o que diferencia o profissional é a sua capacidade de resolver problemas e interagir com a comunidade.

Existem equipes de Hackers Éticos nas instituições financeiras para testar a segurança dos recursos implementados no ambiente computacional do banco e na tecnologia de internet banking. Essas equipes são formadas por 3 ou mais profissionais. Todos os testes são gerenciados pelos profissionais responsáveis pelo sistema “alvo”. Ou seja, estamos falando de uma atividade interdepartamental. Isso ocorre porque um dos objetivos dos testes é verificar se o recurso disponibilizado pelo banco atende as leis, normas e boas práticas do mercado financeiro. Participam dos testes profissionais do departamento jurídico, recursos humanos, relações institucionais, marketing, tecnologia da informação, qualidade, etc.

Conclusão

O Hacker Ético irá avaliar a conformidade com a política de segurança, identificando ameaças e vulnerabilidades desconhecidas para a organização. O objetivo é minimizar o risco de crackers acessarem as informações confidencias da sua empresa.

Fonte: http://under-linux.org/b198-conheca-diferenca-entre-hacker-e-cracker

gabrielAprendiz
1gabriel em 28/10/2009 às 17:37h

hacker é o cara fera no pc que usa seus "poderes" para o bem
o cracker já é o cara que usa o seu conhecimento para o mal
é mais ou menos isso por aí

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Hacker

RafaelCidadão
0Rafael em 28/10/2009 às 17:41h

geralmente crackers sao hackers em fase de aprendizado
ja que para defender um sistema eh preciso primeiro saber como burlalo

0D.Ferreira em 28/10/2009 às 17:57h

Ambos entendem muito de computador,muito mesmo de informática, mas há uma grande diferença:Os hackers a usam para o bem e o crackers a usam para o mal.
Os Hackers a usam para melhorar programas, e ajudar a corrigir falhas de algum programa, ou de algum sistema de segurança.
Já os Crackers usam seus conhecimentos para invadir computadores , driblar sistemas de seguranças, roubar dados e senhas importantes de instituições importantes, causando enorme estrago.

0Desativado desde 2009 em 28/10/2009 às 18:05h

Os Hackers utilizam todo o seu conhecimento para melhorar softwares de forma legal. Eles geralmente são de classe média ou alta, com idade de 12 a 28 anos. Além de a maioria dos hackers serem usuários avançados de Software Livre como o GNU/Linux. A verdadeira expressão para invasores de computadores é denominada Cracker e o termo designa programadores maliciosos e ciberpiratas que agem com o intuito de violar ilegal ou imoralmente sistemas cibernéticos.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Hacker

RafaelMentor
0Rafael em 28/10/2009 às 18:58h

Cracker e Hacker: experts trabalhando em sentidos opostos


Os termos hacker e cracker se parecem muito e são comumente confundidos por aqueles que não dominam com perfeição o vocabulário particular ao mundo da informática. Na verdade, hackers e crackers são experts em computadores, pessoas que possuem habilidades extraordinárias em lidar com sistemas e programações, e que dedicam muito tempo de suas vidas a fim de estudar tais conteúdos. O que os difere é o uso que fazem destes conhecimentos.


A palavra hacker, em sua tradução literal significa cortador. Esta tradução pode adquirir sentido se pensarmos em algo como cortar ou derrubar barreiras. Porém, o uso e entendimento mais comum (e, portanto, leigo) desta palavra traduzem uma associação entre hacker e pirata digital, vândalo, invasor e etc. De acordo com Pedro Rezende, professor de informática da Universidade de Brasília, hackear é esmiuçar, o que não pressupõe condição para piratear, vandalizar ou vender serviços criminosos.

Para tal conduta existem termos estritamente apropriados, como lamer ou cracker. Ainda de acordo com Rezende, hackers não podem ser considerados coletivamente como criminosos, já que muitos deles trabalham em colaboração com desenvolvedores de software, em uma ação que visa eliminar possíveis falhas de segurança nestas ferramentas. Os hackers são considerados também os principais responsáveis pelo desenvolvimento da internet e dos softwares livres (o Linux é uma criação hacker!).

Cracker, de acordo com o significado originalmente cunhado ao termo, designa sim, elementos mal intencionados, que estudam e decodificam programas e linguagens a fim de causar danos a computadores alheios. A intenção é invadir e sabotar sistemas, quase sempre objetivando a captação de dados passíveis de render cifras. Ou seja, roubo eletrônico, estelionato ou o que quer que seja. A intenção é definitivamente ruim.

Existem ainda diversas subdivisões para o termo cracker: cader, especialistas em fraudar cartões de crédito; defacer, indivíduo que desfigura as páginas principais de sites; e outros muitos, que expostos aqui só serviriam ao fomento da confusão entre os termos prioritariamente discutidos. Vale lembrar novamente a diferença entre bons e maus: hackers do bem, crackers do mau.

O que existe e acontece comumente é a confusão entre o sentido das palavras hacker e cracker, confusão esta criada pelo uso informal da língua. E, sabemos, a língua é quem faz o dicionário. Dificilmente esta situação será revertida, em vista da publicação de termos errôneos pela mídia não especializada, porém de massas. Cientes desta condição, os verdadeiros e originais hackers (lembremos, pessoas do bem, interessadas no desenvolvimento e liberação das tecnologias) arranjaram um outro termo para identificá-los: agora são geeks!
Fontehttp://sisnema.com.br/Materias/idmat014717.htm

0JOSÉ BATISTA em 29/10/2009 às 00:59h

Ambos conhecem muito de tecnologia e informatica
mas o hackers trabalha em segurança de sistemas procurando as falhas para que sejam corrigidas
e o crakers usa essa falhas para tirar proveito

AlexMentor
0Alex em 31/10/2009 às 10:33h

um hacker faz reparos em maquinas em busca de corrigir erros de segurança no sistem, enquanto o cracker se aproveita dessas falhas para invadir e destruir um sistema ou ate mesmo um pc.

CrazyMentor
0Crazy em 28/10/2009 às 17:29h

Os Hackers utilizam todo o seu conhecimento para melhorar softwares de forma legal. Eles geralmente são de classe média ou alta, com idade de 12 a 28 anos. Além de a maioria dos hackers serem usuários avançados de Software Livre como o GNU/Linux. A verdadeira expressão para invasores de computadores é denominada Cracker e o termo designa programadores maliciosos e ciberpiratas que agem com o intuito de violar ilegal ou imoralmente sistemas cibernéticos.

RafaelxDConselheiro
0RafaelxD em 28/10/2009 às 17:31h

podemos dizer que o hacker é do bem e o cracker domal .

http://www.hackerteen.com/pt-br/enjoy-it/hackers-crackers-famosos.html

esses sao crackers e hackers famosos

0Lucas_TERMNATOR em 28/10/2009 às 17:31h

Hacker é o cara que combate o Cracker.

O Cracker é o invasor, violador de programas etc...
Já o Hacker é aquele que combate essas invasões e violações.

Infelizmente o termo Hacker ficou caracterizado como o "vilão" da história, mas não é isso que acontece.

Abraço.

Tira-Dúvidas beta