Questão respondida

Esta pergunta refere-se ao CCleaner

Qual o perigo de apagar o espaço livre da MTF no momento em que se executa a limpeza do espaço livre dos dispositivos?

1 em 10/5/2011 às 21:32h

Perdi um HD e lendo a respeito sobre a MTF vi a importância que desempenha entre a parte lógica e a física e que qq dano nela pode levar a tornar o HD imprestável. No HD inutilizado eu usei a limpeza de dispositivos (espaços vazios) e também a MTF... com o Ccleaner .Li tb sobre um programa chamado Diskeeper e segundo consta é o único aplicativo capaz de mexer no tamanho a MTF sem causar dano. Corro risco de apagar o espaço livre da MTF e apagar algum dado importante nele?

Questão respondida

Respostas

Mostrando de 1 a 2 de 2 respostas encontradas (0.031 segundos)

Melhor Resposta

3Start Machinian em 11/5/2011 às 19:49h

Antonio, acho que quiz dizer MFT (Master File Table) não foi?

Bem se foi, a questão de limpeza de "espaços vazios" seria no caso a "consolidação" do espaço vazio, o termo é usado assim e muito usado e difundido aliás, esse termo se refere a exclusão de arquivos casada com sobregravação das áreas que eles ocupavam no disco com sequẽncias de 0 (zeros) e 1 (uns), o que destrói esses dados dos arquivos em definitivo já excluídos de uma vez por todas.

Na exclusão simples de arquivos os arquivo são tem sua exclusão feita no descriptor o que apenas assinala a área que eles, arquivos, ocupam como usável e as desmarca como ocupada, mas até que a sobregravação se dê de fato o arquivo continua a existir, mas só não é considerado pelo sistema como um dado que faz parte do sistema de arquivos mais.

A tal consolidação é só a sobregravação para garantir que os arquivos foram destruídos em todos os segmentos que ocupavam no disco de forma irrecuperável.

Isso esclarecido, o MFT faz parte do sistema de arquivos, logo se der pau é só reformatar e terá um MFT novo.

Agora você deve ter usado a opção "Todo o disco" ao usar a limpeza no CCleaner sem perceber/querer, aí ele apagou o drive todo em que a limpeza foi encaminhada e isso nada tem a ver com a MFT, a opção do limpeza do disco todo é justamente para isso. Acho que pode ter faltado atenção ao mexer com o software.

Agora a questão da MFT no Windows ser aumentada ou não não precisa ser levantada, já que o sistema de arquivos sozinho vai se ajustando e aumentando conforme detecte ser necessário, lembre-se ela nada mais é que uma tabela com as informações dos arquivos, não tem um porque de ser aumentada, já que a fazer maior sem estar usando-a faz com que o acesso fique mais lento.

O Diskeeper quando é usado visando mexer na MFT é para aumentar a capacidade de registrar nomes do sistema de arquivos NTFT, e como conforme dito anteriormente penso ser desnecessário se o intuito é aumentar a capacidade de registrar mais arquivos já que o sistema vai aumentando-a sozinha até o limite de 12% do espaço em disco, gira por aí mais ou menos.

Agora o seu problema com CCleaner não teve a ver com a MFT, penso eu e sim com um uso não tão atencioso do soft quanto as suas opções.

Agora o que resta e reformatar criando outro sistema de arquivos, é o que dá para fazer já que o antigo foi para o saco, triste mas fazer o quê.

1Start Machinian em 11/5/2011 às 19:59h

PS: Lembrando a limpeza da MFT pelo CCleaner é dos indicadores de arquivos deletados, na verdade o espaço não está "vazio" já que tem conteúdo lá, só que diz respeito a arquivos que já não estão no disco mais.

Cara só se vocẽ for muito azarado e usou o CCleaner para dar um tapa na MFT deletando os índice dos indicadores que para os quais os arquivos não existem mais e seu computador reinicializou ou deu pau bem nessa hora, aí isso pode dar problema, mas só nesse caso que eu tenha conhecimento.

Tira-Dúvidas beta