Questão respondida

Closed Mentor

Como funciona uma impressora a Laser?

5 em 19/8/2009 às 22:15h

Galera, como funciona uma impressora a laser"colorida"? O Interior dela...?

Questão respondida

Respostas

Mostrando de 1 a 5 de 5 respostas encontradas (0.078 segundos)
VirusDescolado

Melhor Resposta

0Virus em 19/8/2009 às 23:28h

As impressoras a Laser são comumente conhecidas pelas suas habilidades rápidas de impressão. A outra característica típica de uma impressora a laser é a impressão dos textos e dos gráficos de alta qualidade. Ela trabalha basicamente no princípio de impressão xerográfica. Entretanto, ela é diferente das máquinas de impressão analógicas em que a imagem produzida é o resultado da varredura direta de um raio laser no fotorreceptor da impressora.

O uso de uma impressora a laser tem inúmeras vantagens sobre qualquer outro tipo de impressora disponível. A velocidade de uma impressora a laser varia de um modelo para outro enquanto depende de um número de fatores como a intensidade gráfica exigida em processar o trabalho e outros. Os mais recentes modelos de impressoras a laser podem imprimir mais de 200 páginas coloridas em um minuto, o que significa mais de 12 mil páginas em uma hora! As impressoras a laser coloridas são relativamente mais lentas, mas mesmo assim podem imprimir mais de 100 páginas por minuto. As impressoras a laser de alta velocidade são usadas geralmente para impressões de grande quantidade, como contas de cartão de crédito, etc.

O custo envolvido em usar a tecnologia da impressão a laser depende de mais de uma característica como o custo do tonalizador, do papel, ocasionalmente da recolocação do cilindro, e das mudanças exigidas em outras peças consumíveis da impressora como o conjunto de transferência e o conjunto de fusor. As impressoras a laser que têm os cilindros feitos de plástico macio podem ser mais caras a longo prazo do que se pode compreender; seu custo total elevado torna-se aparente somente quando a impressora exige uma recolocação do cilindro.

Outra característica na família das impressoras a laser é o modelo do duplexing. Isto permite a impressão em ambos os lados de um papel sem a necessidade de removê-lo. Esta tecnologia pode cortar o custo do papel pela metade e também diminuir os volumes de enchimento. Anteriormente a tecnologia duplexing estava disponível somente nas impressoras mais sofisticadas. Entretanto, agora podem ser vistos em um número de impressoras a laser de escritório. Embora a tecnologia do duplexing possa reduzir a velocidade de impressão até certo ponto, ao mesmo tempo aumenta o que pode ser escrito no papel.

As impressoras matriciais e as de jato de tinta levam os dados para a impressora e diretamente imprimem os dados no papel tornando assim um processo lento que pode até parar a impressora se a mesma estiver esperando por mais dados. Por outro lado, uma impressora a laser não pode trabalhar desta maneira, a razão é que é grande quantidade de dados exigidos pela impressora para dar saída de uma maneira contínua. A impressora não pode esperar pela chegada de dados, e se isso acontece, pode haver falhas e um desalinhamento na página.

Para resolver este problema, um amortecedor de impressora é usado. Os dados são acumulados e mantidos no grande amortecedor da impressora que geralmente está presente na mesma. Este banco de dados é grande o bastante para dar conta de cada ponto que possa ser impresso em uma página. Entretanto, esta exigência de armazenar os pontos na memória antes da impressão pode começar a limitar a capacidade da impressão de impressoras a laser ao tamanho pequeno como A4 ou A3. A maioria das impressoras a laser não consegue imprimir páginas longas (long banners) porque não há memória para segurar essa quantidade de dados.

A impressão ocorre em sete etapas. Um processador de imagem faz a varredura da página inteira linha por linha e armazena um bitmap da página na memória. O cilindro é então carregado negativamente e o bitmap é escrito no cilindro foto sensível usando um raio laser cuja funcionalidade seja dependente da imagem bitmap. As partículas do tonalizador são carregadas negativamente e onde quer que o lazer não tenha descarregado o cilindro, as cargas repelirão e a impressão não vai acontecer desse modo criando a cópia desejada. O tonalizador contém um pó plástico que por sua vez é atraído pelas peças onde o raio lazer passa e na extremidade o pó plástico é fundido em 200 graus celsius para juntar a tinta com o papel.

Fonte: http://www.webartigos.com/articles/4930/1/o-funcionamento-das-impressoras-a-laser/pagina1.html

GustavoConselheiro
0Gustavo em 26/8/2009 às 21:57h

Olá Vision HD, Um dos princípios básicos de uma impressora a laser é a eletricidade estática. Ela é simplesmente uma carga elétrica feita sobre um objeto com isolamento. Como átomos eletrificados com cargas opostas são atraídos, objetos com campos de eletricidade estática opostas também se juntam. Esse sistema é chamado nas impressoras a laser de "cola temporária". O ponto principal deste sistema é o fotoreceptor, que envolve o cilindro ou tambor que compõe a impressora a laser. Este conjunto do cilindro é revestido de material altamente fotocondutor, que é atingido por luz fóton. Inicialmente o cilindro recebe uma carga total positiva. Conforme o cilindro vai girando, um faixo de luz laser vai atingindo o cilindro em determinados pontos, "desenhando" as fontes e imagens que compõem a página que vai ser impressa. O laser acerta o cilindro onde há imagens, e deixa incólume os trechos do cilindro que não devem imprimir nada. Quando toda a página já está gravada no cilindro, ele é coberto pelo toner. Como o toner tem carga positiva, ele adere às áreas negativas do cilindro —ou seja, onde o laser marcou os pontos. Para entender melhor, é como se você pegasse um rolo de macarrão e passasse manteiga em alguns pontos e depois rolasse sobre a farinha. Onde houver manteiga, a farinha fica "colada". Então, com o toner fixado sobre seu corpo, o cilindro rola sobre a folha de papel, que se movimenta sobre uma cinta abaixo dele. Antes de entrar na cinta, o papel recebe uma carga negativa de eletricidade. Como ela é maior que a imagem eletrostática, o papel "puxa" o toner para si conforme o cilindro gira. Para que o toner não seja atraído de volta para o cilindro, o papel é "descarregado" imediatamente após ficar com o toner. Finalmente o papel passa por um fusor, dispositivo que emite calor para fundir o toner com as fibras do papel. É por isso que, quando o papel chega à bandeja de saída da impressora, ele sempre está quente. A temperatura para fusão é bem alta, e o papel só não pega fogo por causa da velocidade com que passa pelo fusor. Depois que o toner fica no papel, uma lâmpada de descarga aplica uma luz muito intensa sobre o cilindro para apagar a imagem que estava gravada. Em seguida, ele recebe novamente uma carga elétrica positiva para a próxima impressão. Espero ter ajudado!

chucky515Novato
-1chucky515 em 23/8/2009 às 17:00h

Um dos princípios básicos de uma impressora a laser é a eletricidade estática. Ela é simplesmente uma carga elétrica feita sobre um objeto com isolamento. Como átomos eletrificados com cargas opostas são atraídos, objetos com campos de eletricidade estática opostas também se juntam. Esse sistema é chamado nas impressoras a laser de "cola temporária".

O ponto principal deste sistema é o fotoreceptor, que envolve o cilindro ou tambor que compõe a impressora a laser. Este conjunto do cilindro é revestido de material altamente fotocondutor, que é atingido por luz fóton.

Inicialmente o cilindro recebe uma carga total positiva. Conforme o cilindro vai girando, um faixo de luz laser vai atingindo o cilindro em determinados pontos, "desenhando" as fontes e imagens que compõem a página que vai ser impressa. O laser acerta o cilindro onde há imagens, e deixa incólume os trechos do cilindro que não devem imprimir nada.

Quando toda a página já está gravada no cilindro, ele é coberto pelo toner

Fonte: tecnologia.uol.com.br

Mateus HackAprendiz
-1Mateus Hack em 19/8/2009 às 22:29h

Uma impressora a laiser imprime com o calor.
a imagem da impressao é projetada em um rolete que pega as particulas do tonner sao grudados nele e "colados" na folha com a fusao do calor do fusor.

Explicaçao melhor, so no wikipédia ou em um curso de manutenção.

GabrielCidadão
-3Gabriel em 19/8/2009 às 22:24h

No site do howstuffworks, há uma materia sobre como funciona uma impressora a laser monocromatica. Achei muito bom e me basiei nele para fazer um trabalho.
Link: http://informatica.hsw.uol.com.br/energy-star.htm

Fonte: http://informatica.hsw.uol.com.br/energy-star.htm

Tira-Dúvidas beta