Embora a Samsung já use sua tecnologia Super AMOLED em produtos como smartphones, tablets e dispositivos vestíveis, a empresa ainda não investiu muito no mercado de TVs OLED. Apesar de continuar mostrando produtos com a tecnologia em feiras ao redor do mundo, até o momento ela não decidiu iniciar a produção em escala industrial deles — história que pode mudar ligeiramente em 2017.

Segundo a OLED Association, a organização sul-coreana vai investir em novos eletrônicos com telas OLED com resolução 8K e sistema HDR para competir com a LG. O relatório também indica que a companhia pode usar eletrodos transparentes de grafeno, uma arquitetura de emissão a partir do topo, sistema IGZO e arranjo de pixels RGBW.

A OLED Association também prevê que a Samsung deve apresentar um smarpthone com painel flexível e, junto à LG, expandir sua capacidade de produção de telas OLED para cumprir a demanda do vindouro iPhone 8. Para completar, a associação afirma que é improvável que fabricantes chinesas consigam superar as duas companhias sul-coreanas no volume de produção de painéis com a tecnologia durante o ano de 2016.

Qual você acha que é o futuro das TVs OLED? Comente no Fórum do TecMundo