A tecnologia 4G de internet móvel vem aos poucos ganhando terreno no Brasil e substituindo tipos de conexão mais antigos, como o 3G e o 2G. Segundo dados fornecidos pela GSMA Intelligence, o ano de 2015 foi encerrado com cerca de 23 milhões de usuários do sistema 4G no país e a previsão é bastante otimista: durante 2016 devemos ter um aumento de 87% na adoção dessa tecnologia, somando um total de 42 milhões de conexões.

O Brasil é o maior mercado de internet móvel da América Latina e um dos maiores do mundo. Ainda assim, a parcela dos usuários de smartphone que utilizaram a tecnologia 4G em 2015 não passou de 9% do total. O ano de 2016 deve marcar um aumento considerável, elevando a cobertura desse tipo de internet móvel para 15%. Tudo isso vem acompanhado do aumento da penetração de smartphones no país, previsto para saltar de 55%, em 2015, para 62%, neste ano.

Aparelhos novos, internet nova

Uma parcela significativa das novas conexões 4G será constituída de clientes que trocarão seus aparelhos por smartphones e migrarão para as redes mais velozes. Assim, ao final de 2016, a previsão é que o total de conexões móveis 3G e 4G chegue a 223 milhões, um aumento de cerca de 16% em relação a 2015, quando esse total foi de 193 milhões.

Da mesma forma, os dados da GSMA Intelligence apontam para o crescimento das conexões M2M (máquina a máquina) no Brasil. O país é o maior mercado M2M na América Latina, tendo somado 11,6 milhões de conexões no final de 2015. Esse número representa um aumento de 16,76% em relação a 2014, quando foram contabilizadas 9,9 milhões de conexões M2M. A previsão da GSMA Intelligence é que, ao final de 2016, o total de conexões M2M no país chegue a 14 milhões, o que representaria um crescimento da ordem de 20,79%.

Você acha que a cobertura de internet móvel 4G no Brasil é satisfatória? Comente no Fórum do TecMundo