A tecnologia tem se tornado uma grande aliada do mundo dos esportes, seja para ajudar na marcação de um ponto ou apenas para melhorar um pouco mais a prática da modalidade. Observando o segundo grupo, um dos exemplos mais recentes que temos é o Speed Chess, que foi desenvolvido pelos japoneses do Team Dengkisen. 

Como é possível ver no vídeo que está na abertura desta notícia, o Speed Chess vai além daquilo que observamos em tabuleiros convencionais de xadrez. Na verdade, ele até destoa um pouco da ideia original, já que, como o próprio nome sugere, a ideia aqui é mover rapidamente as peças (ou seja, nada de mais de 1 minuto para pensar em cada ação). 

chess

Para ajudar nessa empreitada, ao tocar em uma peça o próprio jogo se encarrega de mostrar os movimentos possíveis para ela utilizando luzes para indicar os caminhos. Além disso, não é possível mexer a mesma peça duas vezes seguidas, pois elas contam com um período de resfriamento (indicado pelo círculo que vai se formando embaixo dela). 

Sempre que um dos jogadores realiza uma captura, o tabuleiro emite uma luz piscante para dar uma ideia de que algo importante aconteceu. Além disso, ele possui uma área que, de alguma forma, indica a pontuação da pessoa e ajuda a compreender como está o andamento da partida.

O que você achou da ideia do Speed Chess? Comente no Fórum do TecMundo