O ano de 2015 marcou o início de uma nova aposta na tecnologia. Aparentemente tomados pelo espírito de "De Volta para o Futuro", o período teve o surgimento de uma enorme quantidade de projetos e ideias que têm como objetivo trazer o tão cobiçado hoverboard à realidade.

Enquanto a grande maioria deles nem mesmo chega a levitar (como é o caso de um certo aparelho que tem feito grande sucesso ultimamente), no entanto, alguns conseguem, mesmo que parcialmente, alcançar essa façanha. Muitos deles, é claro, são protótipos, provas de conceito ou mesmo projetos artísticos que simplesmente não estão disponíveis para o publico, mas o fato é que ele existem – e todos são igualmente impressionantes.

Com isso, o TecMundo fez uma lista com alguns dos projetos de hoverboard mais interessantes criados nos últimos anos. Confira logo abaixo:

1- ArcaBoard

Um dos únicos da lista a realmente funcionar (com direito a controlar a direção de movimento e tudo mais), o ArcaBoard é um projeto bastante simples. Basicamente, o aparelho consiste em uma prancha com 36 pequenas turbinas que impulsionam o hoverboard a alturas razoáveis; fica a cargo do piloto, é claro, controlar o deslocamento do veículo inclinando seu próprio corpo.

Antes que você se anime demais, é bom avisar que o ArcaBoard tem uma série de limitações, sendo a autonomia de apenas seis minutos por carga de bateria uma das maiores. Seu custo absurdo, porém, é o pior desse hoverboard: uma unidade do aparelho custa nada menos do que 20 mil dólares.

Se isso não for suficiente para fazê-lo desistir, vale notar que a empresa do projeto está atualmente arrecadando fundos no Kickstarter para poder lançar o ArcaBoard. Por ali, é possível comprá-lo com uma doação de “apenas” 10 mil dólares. O único problema é que isso não inclui o carregador, que custa outros US$ 4,5 mil.

2- Lexus Hoverboard

Vendo o vídeo acima, muitos vão pensar que esse é exatamente o hoverboard que todos gostariam de ter. Além do visual elegante que faz com que ele realmente pareça um skate, o projeto da Lexus permite a um skatista fazer grinds e até saltar de rampas – mesmo que isso peça uma boa dose de treino.

O que o vídeo não mostra, no entanto, é que o Lexus Hoverboard está longe de ser livre. Para funcionar, o skate utiliza o fenômeno da “Trava Quântica”, que o prende a uma distância fixa de um trilho magnético. E onde estaria esse trilho? Debaixo do concreto usado na pista, é claro.

Não podemos nos esquecer de comentar, é claro, o fato de que o Lexus Hoverboard precisa de uma grande quantidade de nitrogênio líquido em seu interior para funcionar; sem esse material, que não é exatamente fácil de se conseguir por aí, os magnetos usados nele não conseguiriam manter o skate flutuando.

3- Hendo Hover

Um projeto que não só funciona, como também vai estar disponível em breve para alguns poucos sortudos que participaram de seu financiamento no Kickstarter, é o Hendo Hover. A ideia por trás deste hoverboard consiste em usar um conjunto de magnetos que, nas palavras dos próprios criadores do aparelhos, “empurram a si mesmos” com seu campo magnético.

Como ocorre em todas as ideias dessa lista, o Hendo Hover tem seus pontos fracos. Um deles é o fato de que o skate só funciona sobre superfícies compostas de condutores não ferromagnéticos. Outra delas, como o vídeo mostra bem, é que esse aparelho não é nada fácil de pilotar: você basicamente precisa mirar bem antes de dar o impulso inicial, porque, de resto, não há como manobrar com esse hoverboard.

4- Hoverboard by ZR

Enquanto a maioria dos hoverboards tenta utilizar fenômenos quânticos e magnéticos para conseguir flutuar, o aparelho desenvolvido pela ZR segue um estilo bem diferente: no lugar disso, o Hoverboard by ZR, como é chamado, conta apenas com uma poderosa bomba hidráulica, alimentada por um longo tubo flexível ligado à água.

Graças a isso, o veículo é capaz de se impulsionar como se fosse um pequeno foguete, mantendo seu piloto a vários centímetros – ou mesmo metros – do chão. Como se não fosse impressionante o suficiente, o veículo ainda permite a realização de manobras que nenhum dos outros hoverboards da lista jamais sonharia em fazer.

O único problema? Obviamente, esse veículo precisa de um suprimento gigantesco e constante de água para funcionar. Então, a não ser que você planeje fazer tudo se deslocando pelo litoral ou pelos rios de sua cidade, ele só vai servir para quem quiser praticar um esporte diferente em suas viagens para a praia.

5- Hoverboard ou drone?

Por último, mas não menos importante, não poderíamos deixar de comentar o hoverboard que mantém o atual recorde de distância de voo. A ideia por trás do dispositivo é bastante semelhante àquela utilizada pelo ArcaBoard, mas usando um número menor de hélices para dar propulsão.

Seja como for, o projeto feito pelo canadense Catalina Alexandru Duru (que mais parece um daqueles enormes drones tripulados) mostrou a que veio. Como o vídeo acima deixa bem claro, o veículo foi capaz de sustentar voo a vários metros de altura, com estabilidade, e percorrer uma distância de 275,9 metros – muito mais do que os 50 metros pedidos originalmente pelo Guinness Book.

Qual é o hoverboard real mais impressionante que você já viu? Comente no Fórum do TecMundo