Quem costuma acompanhar o TecMundo sabe que nós temos o costume de trazer a análise de smartphones, tablets, notebooks, placas de vídeos e uma variedade de parafernálias diferentes. Porém, desta vez vamos fazer o review de um produto um pouco diferente. Um não: cinco.

Trata-se da linha MOTIV de microfones digitais da Shure, uma empresa obcecada em produzir dispositivos de áudio de alta qualidade. Com foco na conexão descomplicada do plug-and-play, a empresa traz controles intuitivos, tecnologia de ponta e um belo visual retrô. Para deixar a análise ainda mais interessante, capturamos determinadas partes do vídeo acima utilizando cada um dos microfones para a gravação.

Essa linha de microfones digitais foi cedida pela Shure para a realização desta análise.

MV51 – Microfone Condensador Digital de Diafragma Grande

O MV51 é chamado de Microfone Condensador Digital de Diafragma Grande. Esse é o nome complicado para um dispositivo de áudio com qualidade profissional com um design vintage muito bacana.

O MV51 é uma solução completa de gravação digital com 5 modos DSP predefinidos. Ele tem uma saída de fones de ouvido para você monitorar seu próprio áudio e é compatível com qualquer pedestal-padrão de microfone.

O MV51 tem o perfil voltado para a gravação de voz e instrumentos musicais, com um visual perfeito para podcasters e narradores.  Quem resolver utilizá-lo para gravar um violão ou instrumentos percussivos também não vai se decepcionar.

Na frente, o painel intuitivo permite controlar em tempo real os controles de ganho, mudo e volume dos fones de ouvido. É importante deixar claro que esse é um aparelho de acabamento robusto, inteiramente de metal, por isso ele é bem pesado.

MV5 – Microfone Condensador Digital

O Microfone Condensador Digital MV5 oferece configurações customizadas com qualidade de áudio profissional. Dá para se dizer que o MV5 é o filho pequeno do MV51.

Muito mais leve e compacto, esse pequeno microfone acompanha um stand de mesa para também facilitar a vida de quem pretende produzir conteúdo ali direto na frente do PC. Mas ele pode ser acoplado a qualquer tripé de fotografia, pois utiliza o mesmo tipo de rosca.

Por ter o diafragma menor, seu desempenho é levemente inferior ao do MV51, mas ainda assim entrega um som absolutamente competente. Essa diferença também é clara, já que há uma variação gritante de preço.

Enquanto o MV51 sai por 199 dólares, o MV5 fica na faixa dos 99 dólares. Esse pequeno poderoso está aqui para competir com outras opções populares, como o Blue Snowball e o Blue Yeti, entregando um desempenho à altura, mas ocupando menos espaço e sendo mais leve. O MV5 está disponível em duas cores e conta com design retrô. Ele também pode ser totalmente configurado pelo aplicativo.

MV88 – Microfone Condensador Estéreo Digital

O MV88 é um Microfone Condensador Estéreo Digital e foi projetado especialmente para funcionar com qualquer dispositivo iOS com entrada Lightning. Apesar do nome complicado, o MV88 poderia ser apelidado de salva-vidas.

A qualidade do som para um microfone tão diminuto é absurda, além de várias outras facilidades. Seu pequeno estojo descomplica de maneira extrema sua portabilidade, e, ao encaixá-lo no iPhone, o celular se transforma em um gravador tão robusto quanto o popular Zoom H1 e tantos outros, entregando um som até mais rico que o desses aparelhos dedicados.

Por aqui no TecMundo, já levamos o MV88 para coberturas internacionais e até mesmo já conseguimos gravar narrações em ruas movimentadas e utilizar o aplicativo da Shure para enviá-las via 3G para a redação em uma emergência. Os controles de amplitude e ganho do aplicativo neutralizaram totalmente o barulho do trânsito, gerando um áudio espetacular.

Uma curiosidade sobre o MV88 é que ele também oferece no app para iOS múltiplas alternativas do seu campo de gravação, com mais de uma opção para gravação direcional, bidirecional e omnidirecional. Mas, para o pessoal do Android, fica o aviso: ele é exclusivo aos iPhones pela sua conexão Lightning.

MVL – Microfone de Lapela Condensador Omnidirecional

Com áudio cristalino, o Microfone de Lapela Condensador Omnidirecional, ou MVL, tem um visual discreto e pode ser plugado em qualquer aparelho com entrada-padrão de fone de ouvido.

O MVL é perfeito para gravar sonoras, discursos e apresentações. Por funcionar normalmente entre iOS e Android, o MVL é a opção mais portátil e prática de toda a linha. Mas lembrando que o seu uso é restrito a sua função original, que é ser um microfone preso à roupa.

Nós também já o utilizamos em transmissões ao vivo aqui no TecMundo, durante a MWC 2016, para neutralizar o áudio das milhares de pessoas em volta enquanto mostrávamos os novos smartphones do evento. O resultado foi extremamente competente.

A captura pode ser realizada através do app exclusivo para iOS ou de qualquer outra plataforma de gravação.

MVi – Interface de Áudio Digital

Por último, temos o MVi, uma Interface de Áudio Digital — o verdadeiro coringa do pacote todo. Com esse aparelho, podemos conectar qualquer microfone XLR/P10 ou instrumento musical com o mesmo plugue a dispositivos iOS, Android, Mac ou PC.

Assim, ele se transforma em uma interface portátil de áudio de alta qualidade para voz e instrumentos capaz de se comunicar virtualmente com qualquer dispositivo digital, incluindo iPhones e iPads.

De forma geral, é possível afirmar que o MVi oferece a conveniência de um estúdio em um tamanho compacto, mas a limitação ao número de canais pode ser um grande empecilho para quem pretende trabalhar em linha.

No entanto, quem for editar o material pode utilizar o MVi para gravar múltiplas trilhas com cada instrumento e depois se utilizar do grande leque de softwares mobile feitos para mixagem profissional.

Mas é claro que os mais espertos vão rapidamente se ligar que dá para desviar desse problema ao utilizar o MVi para receber o som já pré-mixado de uma mesa compacta de som, mesmo que a gravação final acabe sendo de canal único. No painel do MVi, você tem acesso aos controles de ganho, mudo e volume dos fones de ouvido para monitoração.

.....

No geral, a linha MOTIV da Shure nos agradou bastante. Aqueles que gravam voz vão notar de primeira que nas regulagens-padrão dos microfones, eles costumam puxar um pouquinho para o grave. Mas, nos aparelhos com suporte ao aplicativo, é possível ter acesso aos equalizadores e se aproveitar disso para conseguir resultados melhores. 

O que você achou dessa linha de microfones digitais da Shure? De qual dos produtos analisados você gostou mais? Acha que profissionais podem tirar real proveito dos itens apresentados? Deixe a sua opinião no campo dos comentários!

Você já experimentou a linha de microfones digitais da Shure? Comente no Fórum do TecMundo!