O que é token?

Parecidos com pequenos chaveiros, estes dispositivos dão mais segurança para quem faz transações bancárias em computadores pessoais.
  • Visualizações65.883 visualizações
Por Willian Fonseca em 11 de Novembro de 2009

Em termos gerais, tokens são dispositivos físicos que auxiliam o usuário quanto à segurança pessoal ao gerar uma senha temporária de proteção para as contas que ele utiliza. Normalmente o processo é feito através de um aparelho semelhante a um chaveiro, que cria senhas especiais com um único clique, ideais para transações bancárias pela internet.

Os usuários de internet banking crescem a cada dia, bem como as pessoas mal intencionadas e que fariam de tudo para roubar senhas e acessar essas contas. Desta forma os bancos precisam criar novos mecanismos que auxiliem a proteção, como é o caso do token. Hoje existem aplicativos que reconhecem o computador, teclados virtuais para a inserção de senhas adicionais e diversas outras ferramentas que visam proteger o usuário do banco.

Qual é a ideia?

Antigamente bastava ter o número da conta, da agência e uma senha adicional para realizar diversos tipos de ações bancárias pela internet. Qualquer um que de alguma forma obtivesse esses dados poderia movimentar dinheiro, realizar transferências e obviamente prejudicar alguém com isso.

De lá para cá os bancos estão cada vez mais atentos com as ações dos crackers e criam novos mecanismos de segurança para dificultar o sucesso dos criminosos. O token é uma das últimas inovações e promete ajudar ainda mais quem utiliza o internet banking diariamente.

O que é token?

Tokens

A palavra significa “passe” e remete aos dispositivos geradores de códigos aleatórios, necessários para acessar sua conta bancária juntamente com a senha individual. Desta forma, ninguém poderá adivinhar o código, já que ele é gerado instantaneamente.

O código é valido por poucos segundos, o que dificulta ainda mais a ação dos criminosos. Você carrega tudo isso na forma de um pequeno chaveiro, parecido com um pendrive. Essas características somadas ao bom uso do computador – cuidados essenciais com fraudes, spam e phishing, além de evitar fazer uso do internet banking em redes públicas ou com computadores infectados por vírus – são a melhor forma de prevenir os possíveis danos com invasões de contas bancárias.

Exemplos de tokens.

Será que a moda pega?

Alguns bancos já disponibilizam os tokens para seus clientes e a tendência é que em pouco tempo quase todos os usuários adquiram o dispositivo. Qual é a sua opinião sobre o tema? Se você já faz uso dos tokens, comente suas experiências e ajude a esclarecer ainda mais essa inovação.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!