6 formas de usar o modo de navegação privada

Navegar pela internet sem deixar resquícios de sua passagem é uma forma segura de explorar a web. Descubra algumas aplicações úteis para o modo de navegação privada.
  • Visualizações50.996 visualizações
Por Fernando Daquino em 31 de Agosto de 2010

O modo de navegação anônima é um recurso de segurança presente nos principais navegadores. Esta funcionalidade proporciona que você explore a internet sem deixar vestígios da sua passagem.

No Mozilla Firefox é chamado de “Navegação privativa”, no Internet Explorer existe a opção “InPrivate”, o modo oculto também se faz presente no Google Chrome, entre as funções do Safari existe a “Navegação Privada” e no Opera o usuário consegue abrir uma janela ou aba privada. Geralmente, a forma de ativar esses modos de operação é simples – confira em “Navegue anonimamente na internet” como proceder em alguns desses navegadores.

Todos os registros de histórico, arquivos armazenados em cache, dados enviados para logon em serviços online, enfim, qualquer resquício da sua navegação é eliminado. Portanto, ninguém terá acesso ao que você fez ou deixou de fazer na rede. Fato que torna sua experiência na web mais segura.

Navegue como um fantasma

É fácil encontrar aqueles que digam que essa maneira de visitar sites e serviços só serve para acessar conteúdo inapropriado para menores, a pornografia. Mas isso não é verdade, há diversos fins para este simples, mas poderoso, recurso dos browsers. Descubra algumas aplicações úteis da navegação anônima para o seu dia a dia na internet.

1 - USANDO A SESSÃO DO AMIGO

A criação de vários perfis de usuários em uma mesma máquina possibilita que cada pessoa personalize aspectos visuais e funcionais do sistema operacional sem influenciar outras contas. Isso é muito comum em casas em que mais de um membro da família aproveite do computador.

Você não precisa trocar de sessão para acessar recursos simples.

Digamos que seu irmão está usando o PC e você precisa acessar sua caixa de emails  para averiguar um aviso urgente. Seria preciso encerrar ou trocar a sessão do usuário ativo, certo? Não necessariamente. Bastaria você abrir o modo de navegação anônima e verificar seu serviço de correspondência eletrônica. Ao fechar, nenhum dado ficaria registrado no perfil do usuário em uso.

2 - COMPUTADORES DE ACESSO PÚBLICO

Os acessos públicos à internet têm crescido em larga escala no Brasil. As lan houses, cyber cafés e bibliotecas, por exemplo, são as formas mais fáceis de navegar pela web sem ter que adquirir um computador ou um serviço de conexão com a internet.

Todo cuidado é pouco em acessos públicos à internet.

Entretanto, essa maneira facilitada de explorar o mundo virtual esconde ameaças constantes de ataques de pessoas mal-intencionadas ou pragas digitais, como vírus e spywares. A navegação privada resguarda a integridade dos seus dados pessoais enquanto você transita por esse tipo de ambiente.

Procure SEMPRE navegar com o modo de anonimato ativo nesses locais públicos. Isso evita que senhas para redes sociais, mensageiro instantâneo ou qualquer outro serviço online seja usurpada sem que você perceba.

Para os usuários que adoram ir à lan house para acessar o MSN e o Orkut, por exemplo, essa simples dica pode evitar futuras dores de cabeça. Confira mais informações de segurança em “Os 10 mandamentos para quem usa computadores públicos”.

3 - COMPRAS E SURPRESAS

No que concerne à realização de compras pela internet, o anonimato de navegação proporciona que o usuário amenize os riscos de ter informações sobre aquisições e financeiras – como o número do cartão de crédito – interceptadas por indivíduos de má índole, os quais podem causar prejuízos irreparáveis ao seu bolso.

Além de proporcionar compras mais seguras, o recurso de exploração privada da web proporciona que você prepare surpresas sem ser descoberto. Assim, ninguém vai revelar o presente secreto que você enviou para o aniversário dos seus filhos ou a viagem de fim de ano com toda a família antes da hora porque acessou o histórico do navegador.

Compre pela web sem que ninguém saiba.

 

4 - HOME BANKINGS

Quando os serviços de home bankings foram lançados, os usuários tiveram muita desconfiança em relação a sua segurança. Sistemas com o intuito de preservar seus dados bancários, cada vez mais modernos e com promessas de maior proteção, são implementados pelas fornecedoras desse tipo de serviço a todo o momento.

Já dizia o velho ditado: é melhor prevenir que remediar! Como cuidado nunca é demais, a navegação em anonimato é uma função que aumenta suas defesas contra os ataques ardilosos e ludibriadores de hackers e crackers. Não tendo acesso aos registros de onde você passou e quais dados enviou, esse tipo de malfeitor tem suas ações ilegais interrompidas contra suas informações pessoais.

5 - O USO CORPORATIVO

Em ambientes corporativos, a exploração de serviços e diretórios por meio de browsers é muito comum. Seja na internet ou na intranet da empresa – rede de computadores local que atua como se fosse uma versão particular da web –, o modo privativo possibilita que conteúdos confidenciais (balanços financeiros, planos estratégicos e dados dos funcionários, por exemplo) sejam acessados com maior confiabilidade.

Acesse informações confidenciais da empresa com maior confiabilidade.

Lembre-se de avisar ao departamento responsável por restrições e gerenciamento de todo o aparato informático da organização que você costuma usar este recurso de navegação. Os administradores da rede local podem entender como acesso inadequado no ambiente de trabalho. Em todo caso, evite transtornos notificando-os.

6 - TESTANDO SEU SITE

Os desenvolvedores e designers de sites podem usufruir do modo de navegação anônima como um aliado durante sua rotina de trabalho. Como no caso descrito no tópico “Usando a sessão do amigo” deste texto, com este recurso ativo você consegue logar como “administrador” e “usuário” de um mesmo serviço ou blog simultaneamente.

Isso agiliza o processo de testes e correções do site. Dê prioridade ao logar em anonimato para a conta de “administrador”, proporcionando que a manipulação do código-fonte das páginas aconteça de forma mais segura.

Compartilhe seu conhecimento

Como você deve ter percebido, a utilização do modo de navegação privada, anônima ou como queira chamar, tem foco em assegurar a idoneidade dos dados pessoais dos usuários – senhas, número de cartão de crédito e histórico de compras são alguns exemplos. Este recurso presente nos browsers mais populares aumenta sua segurança ao explorar este fantástico universo conhecido como internet.

Navegue sem ser reconhecido!

Para aprender a surfar na web sem deixar vestígios informe-se em “Guia passo a passo para adicionar o Tor ao Google Chrome e navegar no completo anonimato”, “Dicas do Firefox: aprenda a navegar sem deixar rastros” e “Navegue anonimamente na internet”.

As aplicações descritas aqui não são as únicas para a navegação privada. Todo e qualquer conteúdo na internet pode ser acessado sem que registros da sua empreitada sejam armazenados.

Para que outras funções este recurso de anonimato tem utilidade? Deixe suas experiências ou ideias por meio do campo destinado a comentários e ajude os leitores do Baixaki a ficarem mais seguros enquanto exploram a web.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!