Não, você não leu errado o título dessa notícia. Pode parecer estranho, mas na noite desta quarta-feira (13) a Samsung anunciou que será a responsável pela produção em massa dos processadores Snapdragon 820, da Qualcomm. O valor do negócio não foi revelado.

Os chips Snapdragon 820 utilizarão a tecnologia de 14 nanômetros, a mesma presente no seu maior rival até então, o Exynos 8 Octa, da Samsung. A ideia é que os processadores sejam utilizados não apenas nos aparelhos da empresa sul-coreana – provavelmente devem estar no Galaxy S7 e no Galaxy S7 Edge –, mas também em aparelhos de outras fabricantes. 

A notícia chega após um ano complicado para a Qualcomm, quando um dos seus principais lançamentos, o Snapdragon 810, arranhou a reputação da empresa por conta de aquecimentos além do normal em diversas ocasiões. A própria Samsung, por exemplo, deixou de usar o chip da Qualcomm para apostar no Exynos. 

De acordo com o site Recode, a decisão de escolher a Samsung como parceira na produção dos seus chips pode ter sido motivada por uma tentativa da Qualcomm de recuperar uma parcela significativa do mercado. Entretanto, esse não deixa de ser um movimento curioso – e inesperado – realizado pelas duas companhias.

Você gostou da notícia de que a Samsung é quem vai produzir a linha de processadores Snapdragon 820 da Qualcomm? Comente no Fórum do TecMundo