Samsung ainda nem lançou os seus smartphones Galaxy S7 e S7 Edge, e a dimensão dos rumores já tem supostos vazamentos sobre o Galaxy Note 6. O phablet só deve ser lançado no terceiro trimestre do ano, mas um usuário da rede social chinesa Weibo já disse ter recebido detalhes sobre ele de forma muito antecipada. Ao que parece, o aparelho traria nada menos que 6 GB de RAM, entre outras novidades.

Caso isso se confirme, este poderia ser o primeiro aparelho mobile a trazer tal quantidade de RAM, o que pode parecer um grande desperdício, já que aparelhos com 4 GB de RAM ainda nem são tão populares, e o Android muito dificilmente necessitaria de tanta memória.

De qualquer maneira, com modelos intermediários já começando a bater a marca dos 2 GB (ou até 3 GB na China), não seria completamente absurdo ver um “super top de linha” com 6 GB para fazer marketing e mostrar superioridade a modelos mais básicos.

Display superfino

O mesmo usuário do Weibo comenta que o Note 6 teria ainda um display superfino chamado “Slim RGB AMOLED”. É possível que essa nova tecnologia garanta mais espaço interno para a Samsung melhorar a bateria do aparelho. Além disso, rumores sobre os Galaxy S7 e S7 Edge têm dito que eles devem chegar ao mercado com células de energia bastante melhoradas, e essa característica pode também ser levada para o phablet.

É curioso notar, entretanto, que a Samsung já abandonou o padrão de telas RGB desde o Galaxy S2 por supostamente serem menos eficientes. Caso a empresa esteja de fato usando uma RGB AMOLED na construção do Note 6, é possível que alguma novidade tenha sido implementada.

No que toca o tamanho desse display, o novo phablet deve ter 0,1’’ polegada de tela a mais em relação ao Note 5, talvez por conta de uma possível diminuição das bordas, que já são bem finas no modelo atual.

Pressão

O rumor ainda comenta que o dispositivo teria sensibilidade a 1024 pontos de pressão para imitar de alguma forma o 3D Touch da Apple, mas isso não faz o menor sentido, uma vez que o Galaxy Note 5 e até o Note 4 já contam com 2048 pontos de pressão para a utilização com a S Pen. Ou seja, caso a Samsung quisesse implementar algum recurso de software para interagir com pressão nos toques com o dedo, não seria necessário mudar nada em hardware.

Esse suposto Galaxy Note 6 ainda teria versões com 64 GB e 128 GB de armazenamento UFS 2.0 e dois processadores diferentes, a exemplo do que se espera para o Galaxy S7. Contudo, não se sabe se isso de fato deve acontecer.

Será que o Galaxy Note 6 terá mesmo 6 GB de RAM? Comente no Fórum do TecMundo