O exército norte-americano parece não ter curtido muito seus colegas robóticos: o AlphaDog, projeto da Boston Dynamics em conjunto com a DARPA (agência de projetos de pesquisa avançada de defesa dos EUA), está sendo abandonado. O robô foi desenvolvido para carregar equipamentos pesados em patrulhas e no campo de batalha, mas tinha alguns problemas.

Um dos argumentos das forças armadas é de que o imenso bicho de metal faz muito barulho por conta do motor dele, o que poderia denunciar a posição dos soldados – colocar outro, mais silencioso, comprometeria boa parte do espaço usado para cargas. Outro grande problema com o AlphaDog era a sua manutenção extremamente complicada, o que fez com que o uso do robô se tornasse pouco prático.

"Enquanto os Marines utilizavam-no, havia um grande desafio em avaliar o potencial de uso em função das próprias limitações do robô", explica o porta-voz do Marines' Warfighting Lab, Kyle Olson. "Eles simplesmente o viram como ele é: um robô barulhento que vai denunciar suas posições".

Não há qualquer dúvida, no entanto, que outros projetos serão influenciados diretamente pelo AlphaDog e pelo Spot, sua versão menor – principalmente por se tratar de uma máquina capaz de carregar quase 200 kg em equipamentos, ser chutada sem cair e andar por terrenos acidentados sem a necessidade de assistência direta de um humano.

A Skynet sentirá falta de você, AlphaDog.