Barata-robô até sobe em móveis, mas não é nojenta como as de verdade [vídeo]

Design arrojado e materiais leves permitem movimentação fluída e veloz ao inseto artificial.
  • Visualizações16.538 visualizações
Por Nilton Kleina em 7 de Outubro de 2011

Se você morre de medo de baratas, então é hora de perder essa fobia (ao menos com as que são produzidas artificialmente). O vídeo acima mostra o CLASH (Climbing Vertical Loose Cloth), um robô inspirado no inseto mais detestado pela maioria da população.

Desenvolvida por engenheiros da Universidade de Berkeley, na Califórnia, a barata de mentira possui um motor ligado às patas, sendo capaz de subir e descer móveis e tecidos com alta velocidade: 24 cm/s.

Isso é possível principalmente pelo método de fabricação do CLASH, que é feito a partir de materiais leves e no menor tamanho possível – o robô pesa apenas 15 gramas e conta com 10 cm de comprimento. Um pequeno motor faz as quatro pernas frontais se mexerem, enquanto o outro par se move a partir do movimento das demais. A bateria fica na cauda do bicho, proporcionando a ele dinâmica e equilíbrio.

Segundo o Spectrum, o próximo passo é melhorar a autonomia do robô para que ele seja capaz de fazer curvas sozinho, alem de alterar o primeiro par de patas, permitindo a movimentação por superfícies horizontais. Aí sim poderemos ter medo da barata artificial.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!