Nós já ficamos impressionados com o novo Google Fotos, que reconhece e faz a marcação automática de tags em fotos de objetos tiradas pelo seu celular. Porém, a Google quer alçar voos mais longos: é possível que reconhecimento facial seja a tecnologia do futuro próximo nos dispositivos da empresa.

A startup de semicondutores Movidius, que pertence à Alphabet, anunciou nesta quarta-feira (27) uma colaboração que trará um "aprendizado profundo" (no sentido de intenso e complexo) a aparelhos. Com um reconhecimento de imagem embutido, smartphones seriam capazes de identificar pessoas para autorizar transferências bancárias, ler placas em outros idiomas e muitas outras funções.

A novidade ainda permite que a Google não precise de informações fornecidas por outros data centers para realizar o reconhecimento, que seria em tempo real.

A Movidius vai fornecer chips para a Google, além do software para utilizá-los. Eles trabalharam com a empresa antes no mapeamento em 3D conhecido como Project Tango e não indicam uma data precisa para a aplicação da novidade, citando apenas "um futuro próximo". Quem sabe em novas gerações da família Nexus?

Você sente sua privacidade invadida pelos softwares de reconhecimento facial? Comente no Fórum do TecMundo