Pouco a pouco, a realidade virtual cava seu espaço na indústria de entretenimento e começa a alcançar outros dispositivos que não somente os óculos. Já é possível achar câmeras que filmam com essa tecnologia e modelos 3D de baixo custo, mas ter as duas coisas num produto só são outros quinhentos – e bota muito mais que quinhentos nisso, porque sai caro. Essa é a grande sacada do modelo Vuze, da HumanEyes, que combina as duas características por US$ 899.

O aparelho, que se assemelha ao formato de um pequeno OVNI, traz oito câmeras para capturar material que se transforma em realidade virtual e 3D, tudo sob a promessa de não provocar dores de cabeça, enjoos ou sintomas do tipo. O processamento é rápido, quase que em tempo real.

A câmera só será distribuída aos consumidores após agosto deste ano e, num primeiro momento, apenas em mercados seletos da Europa e nos EUA. O pacote ainda traz lentes adicionais, um pau de selfie e um minitripé. A ideia é que o usuário tenho todos os materiais necessários à mão para utilização onde e quando quiser.

A parte mais bacana dessa história toda é que a produção de conteúdos em realidade virtual traz todo um novo panorama à indústria de criação e de entretenimento. Como essa tecnologia e o 3D andam de mãos dadas, coisas boas podem vir por aí no futuro.

O que você acha da combinação de 3D e realidade virtual numa câmera? Comente no Fórum do TecMundo.