OOPArt (out-of-place artifacts) ou “Artefatos Fora de Lugar” são itens encontrados por arqueólogos, mas que estão fora de contexto. Nós já listamos diversos objetos que foram desenterrados e parecem não pertencer ao local onde foram encontrados. Dessa vez, a polêmica envolve um item que se parece muito com um celular antigo, semelhante a um Nokia 3310, mas que tem 800 anos de idade.

O objeto, que data do século 13, foi encontrado em um sítio arqueológico em Fuschl am See, na Áustria, e está levantando debates por toda a internet, dos mais exagerados aos mais críveis. A maior probabilidade é de que as imagens reveladas não passem de uma farsa elaborada, mas isso não impediu que as teorias da conspiração surgissem nos fóruns e sites.

O que mais chama atenção na suposta foto é que o artefato tem semelhanças com um celular, com teclado “numérico” (afinal, as gravuras não são nem um pouco próximas às dos numerais arábicos) e até mesmo algo que lembra um pequeno display.

Viagens no tempo, visita de aliens ou uma pegadinha bem-feita?

Vamos começar pela explicação mais simples: a falta de informações sobre a escavação e a semelhança extrema com um celular da Nokia leva a acreditar que se trata de uma pegadinha ou uma farsa feita para circular pela internet. Entretanto, há outras possibilidades.

Alguns caçadores de OVNIs estão considerando o artefato como uma evidência de que aliens visitaram a Terra no passado. Além disso, há pessoas que pensam algo diferente: que a viagem no tempo existe, e isso é uma das provas irrefutáveis.

A verdade por trás de tudo

CALMA! Não é uma invasão alienígena e nem um artefato alienígena! O celular arqueológico visto nas imagens é apenas uma peça de arte — feita por um terráqueo e contemporâneo. O E-Farsas foi atrás das informações e trouxe a verdade para todos nós. Por este link no Facebook, é possível ver uma fotografia do objeto já divulgada em 2012. Ou seja: não estamos diante de um comunicador mandaloriano e nem de um objeto sumério de séculos passados!