Durante a Game Developers Conference de 2016, a Sony finalmente anunciou aquilo que todos gostaríamos de saber sobre o PlayStation VR: seu preço. Com lançamento programado para outubro deste ano, o acessório de realidade virtual vai poder ser adquirido por US$ 399 — equivalente a R$ 1,5 mil na cotação atual da moeda.

Embora não seja exatamente acessível, o valor se mostra mais agradável aos consumidores do que o praticado pela Oculus, com o Rift (US$ 599 ou R$ 2,2 mil), e pela HTC, com o Vive (US$ 799 ou R$ 3 mil). A distinção era esperada quando levamos em consideração o intuito da fabricante de popularizar sua solução proprietária, que trabalha exclusivamente com o PlayStation 4.

Infelizmente, as características próprias à realidade virtual tornam bastante difícil a tarefa de transmitir a experiência que o PlayStation VR transmite ao público. É preciso usar o aparelho por conta própria para entender o grau de imersão oferecido e as possibilidades que ele pode trazer ao mundo dos video games. Para compensar essa pequena “deficiência”, reunimos neste artigo uma série de informações importantes que você deve levar em consideração caso pretenda entrar nesse mundo.

Câmera obrigatória

Algo que a Sony não deixou muito claro durante sua apresentação na Game Developers Conference (embora tenha corrigido a informação posteriormente) é que não basta ter o PlayStation 4 para que o novo acessório funcione. Para entrar no universo da realidade virtual, é preciso ter uma unidade da PlayStation 4 Camera, produto disponível no mercado desde que o console foi lançado.

PlayStation Camera

Custando US$ 60 nos Estados Unidos, o dispositivo pode ser encontrado facilmente nas lojas brasileiras por preços que normalmente variam entre R$ 200 e R$ 300. Pouco utilizado dentro dos títulos do console, o acessório oferece alguns recursos de reconhecimento de voz para a navegação pelos menus do console e pode ser usado para auxiliar em transmissões de gameplay ao vivo.

O novo produto também é compatível com o PlayStation Move, mas ele não é essencial para desfrutar a experiência de realidade virtual. A maioria dos jogos disponíveis para o PlayStation VR poderão ser controlados normalmente usando o Dual Shock 4, que acompanha o PlayStation 4.

Um representante não identificado da Sony afirmou ao site TechInsider que a companhia pretende oferecer um pacote especial do PlayStation VR acompanhado pela PS Camera. No entanto, ainda não está claro se essa oferta também vai ser disponibilizada em outubro deste ano e qual vai ser o preço cobrado por ela.

O conteúdo da caixa

Quem decidir investir os US$ 399 pedidos pela Sony vai receber diversos itens essenciais para que a experiência de realidade virtual funcione adequadamente. A peça principal é o novo visor que, segundo Andrew House (presidente da Sony Computer Entertainment), foi desenvolvido de forma a reduzir a pressão exercida sobre o rosto dos consumidores.

O aparelho possui as seguintes especificações técnicas:

  • Tela: OLED de 5,7 polegadas
  • Resolução: 1920xRGBx1080 (960xRGBx1080 por olho)
  • Taxa de atualização: 120 Hz, 90 Hz
  • Campo de visão: aproximadamente 100 graus
  • Sensores: acelerômetro, giroscópio, sistema de rastreamento do PlayStation Eye
  • Conexões: HDMI + USB
  • Áudio: 3D áudio
  • Entradas: PlayStation Move, controle Dual Shock 4

O dispositivo acompanha uma pequena caixa responsável por fornecer o processamento extra que o torna capaz de trabalhar com ambientes virtuais. Segundo a Sony, o dispositivo não oferece qualquer poder extra de GPU ou CPU e não deve ser considerado uma expansão do console, trabalhando nos seguintes sentidos:

  • Transportar o áudio 3D gerado por objetos;
  • Mostrar a tela social de forma correta, evitando perdas de qualidade no processo de transmissão;
  • Gerenciar um stream de áudio e vídeo separado para a TV, garantindo uma maior qualidade de execução;
  • Mostrar a interface do PlayStation 4 no modo cinemático, gerenciando a exibição de conteúdos 2D convencionais.

A conexão das diferentes peças é feita através de uma série de cabos fornecidos dentro da embalagem, cuja extensão até o momento não foi especificada.

Para completar, a Sony oferece um par de fones de ouvido estéreo que ajuda a completar a imersão oferecida pelo dispositivo. O acessório em questão parece não ter qualquer característica especial, o que significa que ele pode ser substituído facilmente caso você prefira um modelo com características diferentes.

Conteúdo disponível no lançamento

Como pouco adianta oferecer uma tecnologia nova sem dar aos consumidores meios de utilizá-la, a Sony vai oferecer um disco repleto de demonstrações aos compradores do Playstation VR. Segundo a companhia, vai ser possível interagir com “uma série de experiências jogáveis de alguns dos melhores títulos da linha de lançamento”.

O lançamento do produto também vai marcar o início da disponibilidade do PlayRoom VR, aplicativo que poderá ser baixado de forma completamente gratuita. Dentro dele, há seis games para serem jogados junto a três pessoas usando o Dual Shock 4 enquanto você veste o headset de realidade virtual.

O London Studio da companhia japonesa também preparou um pacote conhecido como PlayStation VR Worlds, que vai ser vendido de forma física e digital. Ele combina uma série de experiências que haviam sido demonstradas anteriormente em diversos eventos de imprensa, que agora foram reunidas de forma mais cômoda aos consumidores.

Entre as opções oferecidas estão The London Heist, em que um jogador participa de um tiroteio em uma autoestrada, e Into the Deep, experiência em que você se vê preso a uma gaiola subaquática que está sendo destruída por um tubarão. Completando a experiência há VR Luge, em que você corre por uma rua da Califórnia, e dois games curtos inéditos conhecidos como Danger Ball e Scavenger’s Odyssey.

Para completar, a companhia garante que o PlayStation VR vai poder ser utilizado junto a qualquer game já disponível para PlayStation 4. Nesse caso, o acessório oferece uma espécie de tela virtual de grandes dimensões que possibilita jogar, assistir a vídeos e visualizar fotografias em 360 graus capturadas por câmeras omnidirecionais.

“Os usuários podem desfrutar de conteúdos em uma tela virtual de 5 metros de largura a uma distância de 2,5 metros”, afirmou a companhia. “O tamanho da tela será diferente dependendo dos utilizadores individuais” — segundo o site Polygon, que testou o recurso, a experiência é semelhante a ser colocado em um ambiente escuro com uma tela flutuante que exibe praticamente todos os elementos da interface-padrão do PS4.

Os nomes que apoiam o projeto

Segundo Andrew House, mais de 230 desenvolvedores estão trabalhando em conteúdos relacionados ao PlayStation VR no momento atual. A expectativa da Sony é que o dispositivo tenha uma biblioteca de pelo menos 50 títulos entre seu lançamento, em outubro, e o final de 2016, incluindo uma versão de Star Wars Battlefront criada pela Electronic Arts.

A Sony afirma que estão criando conteúdos “desde grupos independentes menores até estúdios grandes das principais publicadoras da indústria, como a 2K Games e a Ubisoft”. A empresa revelou que, ao todo, já existem mais de 160 títulos sendo criados pensando nas características da realidade virtual, dando destaque a nomes como EVE: Valkyrie, Headmaster e Rez Infinite. Confira a lista completa de apoiadores:

Desenvolvedores terceirizados e publicadoras no Japão e na Ásia

  • Acquire Corp.
  • Active Gaming Media Inc.
  • Arc System Works Co. Ltd
  • Atlus
  • Bandai Namco Entertainment Inc.
  • Bandai Namco Studios Inc.
  • Bimboosoft
  • Capcom
  • COLOPL, Inc.
  • Cygames, Inc.
  • D3 Publisher Inc.
  • Digital Works Entertainment Inc.
  • FromSoftware, Inc.
  • Gemdrops, Inc.
  • Grasshopper Manufacture Inc.
  • Gree, Inc.
  • GungHo Online Entertainment, Inc.
  • Idea Factory Co., Ltd.
  • Kadokawa Corporation
  • Kadokawa Games, Ltd.
  • Koei Tecmo Games Co, Ltd.
  • Konami Digital Entertainment Co., Ltd.
  • Level-5 Inc.
  • Mages Inc.
  • Marvelous Inc.
  • monobit Inc.
  • Polygon Magic, Inc.
  • Sega Games Co., Ltd.
  • Solid Sphere, Inc.
  • Spike Chunsoft Co., Ltd.
  • Square Enix Co., Ltd.
  • Suncorporation Inc.
  • wise Inc.
  • XING Inc.
  • Beijing Phantomisreal Technical Co., Ltd.
  • Beijing Shi Guang Meng Huan Technology Ltd.
  • Beijing Wansiwei Culture Development Co., Ltd
  • Fighter Network Tech Co.,Ltd
  • Gamepoch, Inc.
  • Geronimo Interactive Co.,Ltd
  • Hangzhou Yuanqu Technology Co.Ltd.
  • Happy Elements
  • Joycity Corporation
  • Nekom Entertainment
  • NetEase (Hangzhou) Network Co., Ltd
  • Ourpalm Co., Ltd
  • Perfect World Co., Ltd
  • ROI Games
  • Shanghai Famiku Co.,Ltd.
  • Shanghai Renyou network technology Limited
  • Shanghai SinceMe Network Technology
  • Shanghai Xindong Network Corporation Limited
  • Skonec Entertainment
  • Suzhou Snail Digital Technology Co., Ltd
  • TianShe Media Co.,Ltd
  • Ultimate Creators Technology (Beijing) Co., Ltd
  • Userjoy Technology Co., Ltd.
  • Winking Entertainment Corporation
  • Xiamen Happiness Technology, Ltd., Co
  • XPEC Entertainment Inc.

Desenvolvedores terceirizados e publicadoras nos Estados Unidos

  • 2K Games
  • 4 Corner Games
  • Archiact Interactive Ltd.
  • Charm Games
  • Choice Provisions
  • Cloudhead Games
  • Cyan, Inc.
  • Devolver Digital
  • Double Fine Productions
  • Drool
  • Electronic Arts Inc.
  • E McNeill
  • Empty Clip Studios
  • Enhance Games
  • Enyx Studios
  • FarSight Studios
  • Finish Line Games
  • Fire Face
  • Fire Hose Games
  • Flippfly
  • Frame Interactive
  • Frima Originals
  • GameCoder Studios
  • Glass Bottom Games
  • Glowstick Games
  • Happy Dance Studios
  • Harmonix Music Systems, Inc.
  • Headless Chicken Games
  • Heavy Iron Studios
  • High Voltage Software, Inc.
  • Highwire Games
  • Hollow Games
  • Icosahedra
  • Imgnation Studio
  • IN|Framez Technology Corp.
  • Innervision Games
  • Iris VR Inc
  • KO_OP
  • Legendary
  • Limitless Ltd.
  • Madorium Interactive
  • Major League Baseball Advanced Media
  • Minority Media
  • Namazu Studios LLC
  • N-Fusion Interactive Entertainment
  • Niko Maki
  • No Goblin
  • Oddworld Inhabitants
  • OPQAM
  • Other Ocean
  • Otherworld Interactive
  • Owlchemy Labs
  • Phantom Compass
  • Pixel Ripped Inc
  • Polytron / Kokoromi
  • PouncingKitten Games
  • Prologue Games
  • RalphVR
  • Refract
  • Reload Studios
  • Schell Games LLC
  • Skybound Interactive
  • Slice VR
  • Solus Games
  • Steel Crate Games
  • Sunken Places
  • The Stork Burnt Down
  • Three One Zero
  • Totwise
  • Truant Pixel
  • Turbo Button
  • Uber Entertainment
  • VirZOOM Inc.
  • VRMonkey
  • Warner Bros. Interactive Entertainment
  • WayForward Technologies, Inc
  • White Elk LLC
  • White Lotus Interactive, LLC
  • ZeroTransform

Desenvolvedores terceirizados e publicadoras na Europa

  • 505 Games
  • Abstraction Games B.V.
  • Agharta Studio
  • Aldin Dynamics
  • Atom Universe Ltd
  • Auroch Digital
  • Avalanche Studios
  • Beatshapers Ltd.
  • Big Ant Studios
  • bitComposer Interactive GmbH
  • Bithell Games
  • Black Forest Games GmbH
  • BlitWorks
  • Blunt Instrument Studios
  • Boneloaf
  • Bossa Studios
  • Bulkhead Interactive
  • CCP Games
  • Chroma Coda
  • Climax Studios
  • Coatsink
  • Codemasters
  • Crytek
  • Dakko Dakko
  • Deck13 Interactive
  • Digital Confections
  • Dovetail Games
  • Escapist Games Ltd
  • Fabrik
  • Fierce Kaiju
  • Fireproof Games
  • FuturLab
  • Gaijin Entertainment
  • GOATi Entertainment Pty Ltd
  • Grip Digital s.r.o.
  • Hammerlabs
  • Hello There
  • Honor Code
  • Housemarque
  • Just Add Water (Development), Ltd
  • Just Funny Games
  • Kite & Lightning
  • Llamasoft Ltd.
  • Lucid Games
  • Microids
  • Milestone Srl.
  • Mindfield Games
  • Mint Games
  • MixedBag
  • narayana games
  • nDreams
  • Neko Entertainment
  • Ninja Theory
  • Nnooo
  • Nosebleed Interactive
  • Paw Print Games
  • Penny Black Studios
  • Pentadimensional Games
  • Poppermost Productions
  • Prideful Sloth
  • Psytec Games Ltd
  • Pub Games
  • Rebellion
  • Recluse Industries
  • Samurai Punk
  • Secret Sorcery Limited
  • Sigtrap
  • Simian Squared
  • Slightly Mad Studios Ltd
  • Sólfar Studios
  • Spunge Games Pty Ltd
  • StellarVR
  • Stirfire Studios
  • Sumo Digital Ltd
  • Tammeka
  • Tarsier Studios
  • Techland
  • The Farm 51
  • Toxic Games
  • Triangular Pixels
  • Ubisoft
  • Untold Games
  • Vertigo Games
  • Virtual Toys
  • VR Bits
  • vTime Limited
  • Wales Interactive
  • White Paper Games
  • Wonderstruck
  • Zen Studios Ltd.
  • Zoë Mode
  • Zoink Games

Desenvolvedores de ferramentas e middlewares para o PlayStation VR

  • Allegorithmic
  • Audiokinetic
  • Autodesk
  • Amazon
  • Coherent Labs
  • CRI Middleware Co., Ltd.
  • Crytek
  • Epic Games
  • Firelight Technologies
  • Geomerics, an ARM company
  • Gigantic
  • Graphine
  • Live2D Inc.
  • Matchlock Corporation.
  • PopcornFX
  • RAD Game Tools
  • Silicon Studio Corporation
  • Umbra
  • Unity Technologies
  • Web Technology Corp.

A hora certa para a realidade virtual

Embora experiências envolvendo a realidade virtual já tenham sido realizadas no passado, nenhuma delas conseguiu o posto de “indispensável” graças a restrições tecnológicas e à falta de conteúdos. No entanto, Shawn Layden, presidente da Sony Computer Entertainment America, acredita que esse é o momento certo para investir nesse novo universo.

“Eu acho que agora nós temos a combinação necessária de poder de processamento e gráficos dentro da máquina”, afirmou o executivo durante o episódio 200 do Blogcast da Sony. “Temos a tecnologia de exibição que pode gerar estas imagens com uma fidelidade que parece natural, caso o usuário deseje”.

“E temos a tecnologia para criar um fone de ouvido e um equipamento que é adequado para a cabeça e que não vai criar uma experiência cansativa. Acho que agora é o momento para a realidade virtual, sua hora chegou”, complementou o executivo.

E você, já está preparado para esse novo universo de possibilidades? Comente no Fórum do TecMundo

Via TecMundo.