Qual é o melhor programa para converter vídeos?

Nós testamos três fortes concorrentes que estão na briga pelo título. Qual deles conseguiu os melhores resultados? Confira todas as informações abaixo!
  • Visualizações351.317 visualizações
Por Igor Pankiewicz em 15 de Julho de 2009

Quem é que nunca teve problemas ao tentar reproduzir ou gravar vídeos pelo computador? A verdade é que muitos dos usuários já tiveram suas cotas de pesadelos com a enorme variedade de arquivos, formatos, resoluções e tipos, tendo que varrer a internet em busca de alternativas.

Uma hora é o programa que não oferece suporte a algum formato, outra é o vídeo que é muito pesado e não consegue ser lido na velocidade adequada, outra é o vídeo que não toca no DVD. É por isso que o Baixaki traz até vocês esta comparação entre os maiores e melhores programas de conversão de vídeo do momento!

Neste combate nós levaremos em conta diversos aspectos, que vão desde a praticidade de uso (essencial, principalmente para quem quer realizar o trabalho sem grandes esforços) até o desempenho no computador, isto é, se ocupou muita memória ou ainda a unidade de processamento.

Para a batalha!

Mas, antes de partirmos para o duelo, vamos primeiro conhecer nossos concorrentes!

SUPER

WinAVI Video Converter 8.0

FormatFactory

Atenção

Embora muitos dos usuários gostem de programas como o ConvertXtoDVD e do Super DVD Creator (que oferece suporte inclusive ao formato RMVB), optamos por não utilizá-los nesta comparação, uma vez que — mesmo tendo as funções de conversão de vídeo embutidas em seus códigos — seus objetivos finais são a produção e autoria de DVDs, contendo Menus e animações de fundo. Para saber mais sobre eles, consulte os seguintes artigos:

    * Tira-Dúvidas: saiba tudo sobre o formato de vídeo RMVB
    * Nero: crie menus profissionais para seus filmes
    * Como transformar seus arquivos de vídeo, inclusive AVI, para DVD

Neste artigo abordaremos mais especificamente a conversão livre entre formatos, a exemplo de WMV para AVI, MKS para MOV e assim por diante.

 

Primeira fase

Interface e simplicidade de uso

SUPER

Mantendo a ordem anterior, o primeiro dos candidatos a ser testado neste quesito foi o SUPER. Embora a janela do programa pareça uma enorme bagunça, bastam alguns segundos para você se localizar. O primeiro passo é arrastar o arquivo a ser convertido para o campo inferior da janela, como mostrado abaixo:

Arraste o arquivo como indicado

Depois disso, você pode seguir a ordem tradicional, da esquerda para a direita e de cima para baixo, selecionando:

•    Qual será o formato de saída.
•    Qual o codec a ser empregado (áudio e vídeo).
•    Formato de vídeo (resolução, proporção, qualidade, taxa de quadros por segundo).
•    Formato e qualidade de áudio.

Restante da interface

Definidos estes parâmetros, é só pressionar o botão “Encode (Active Files)” para dar início a todo o processo de conversão. Os arquivos gerados na saída são geralmente colocados na própria pasta de origem, logo ao lado do arquivo original.

WinAVI Video Converter 8.0

Este conversor não é gratuito (portanto prepare-se para as mensagens de compra na abertura e outras limitações que virão, como a colocação de marcas d’água em seus vídeos finalizados), mas é muito bem organizado através dos seus botões na tela inicial e do sistema em forma de assistente, o que facilita a vida do leigo (ou de quem já conhece os processos de conversão com vídeo, mas está em busca de novos sistemas).

Interface base do WinAVI

Depois de escolher o formato para o qual o arquivo deve ser convertido você é levado para outra pequena janela de ajustes (ativados com um clique sobre o botão Advanced). Eles são praticamente iguais aos dos demais concorrentes, com o diferencial de estarem — novamente — bem organizados sob menus e divisões que facilitam a visualização.

Tela de ajustes secundários

Caso não tenha experiência com os ajustes, apenas dê início ao procedimento e aguarde pelo arquivo já finalizado! Simples assim!

FormatFactory

Pense no SUPER com uma interface remodelada, bem mais ordenada e intuitiva. Você escolhe a categoria a ser convertida (dentre vídeo, imagens, áudio e mídias gravadas), clica sobre o formato que deseja para o arquivo final e seleciona a fonte a ser alterada.

Interface do FormatFactory

Todos os passos abrem telas e apontam para o caminho, inclusive nas configurações de qualidade, que possuem inclusive perfis prontos para você não ter dores de cabeça e nem sacrificar a relação de tamanho x qualidade. Uma vez escolhidas as pré-definições, confirme-as clicando sobre OK e depois sobre iniciar. Agora é só aguardar até que o arquivo seja convertido com sucesso.

Outras configurações do FF

Ganhador da rodada:

Format Factory!

 

Segunda fase

Suporte aos formatos (entrada e saída)

SUPER

Este pequeno e leve programa é o que carrega em seu site a mensagem de que ele é compatível com todos os formatos de multimídia existentes no momento (desde que estes sejam de áudio ou de vídeo), e pelo número de atualizações isso é verdade.

Todos os arquivos e ferramentas necessárias para o processo de encoding também já estão embutidos, não requerendo nenhum download adicional. A lista de compatibilidade também é enorme (e pode ser conferida no site oficial do desenvolvedor), com algumas vantagens como configurações prontas para dispositivos como iPods, PSPs, celulares e afins.

WinAVI Video Converter 8.0

Aqui este programa começa a revelar suas principais fraquezas. Embora ele seja compatível com uma infinidade de formatos para a entrada, ele só permite — por meio de seus botões — a conversão para quatro padrões: DVD, RM (Real Media), AVI e WMV, sem possibilidade dedicada para áudio.

Há ainda mais um contratempo: o usuário que quiser converter para o formato RM ainda deve visitar a página do desenvolvedor manualmente para baixar o complemento. Quanto trabalho para uma tarefa que deveria ser tão simples!

Complemento é necessário...

FormatFactory

Se fossemos levar em consideração todas as possibilidades de conversão, ele seria imediatamente o campeão da rodada, já que traz suporte também para a conversão de imagens e outros formatos de mídia. Mas como o artigo é sobre vídeos, vamos às seguintes considerações:

•    Praticamente todos os formatos oferecidos pelo SUPER também estão disponíveis aqui.
•    Há saída também para formatos em RMVB.
•    A seleção de configurações prontas para dispositivos portáteis é muito maior, contando com os nomes dos fabricantes e seus produtos em formato de lista.

Formatos adicionais

Seleção de formatos preparados

Assim, temos que ele é tão versátil quanto o concorrente, oferecendo ainda pequenas vantagens que fazem toda a diferença para os que buscam praticidade e velocidade.

Ganhador da rodada:

FormatFactory!

 

Terceira fase

Velocidade de conversão

Esta etapa foi realizada em duas partes, sendo a primeira a conversão de um vídeo em formato WMV para AVI e a segunda de um vídeo em formato Matroska (MKS) para o formato WMV. O primeiro vídeo (denominado “Conversão 1”) possui um total de 103 MB, Bitrate de 864 kbps, resolução de 400x300 pixels e 17 minutos e 38 segundos de duração.

Já o segundo, denominado “Conversão 2” e em formato FLV, tem tamanho de 11,7 MB, resolução de 320x240 pixels e duração de 15 minutos. Para ambos foram mantidos os formatos e resoluções originais, bem como a qualidade de áudio e vídeo.

Poderíamos testar também a saída para encapsulamentos mais variados, como 3GP, mas preferimos manter a competição mais “próxima” já que o WinAVI nos limitou com suas três opções básicas. Vamos aos resultados:

Teste 1

 

Teste 2

Tempos menores indicam um melhor desempenho

 

No primeiro teste, o SUPER pulou na frente da concorrência, ganhando por pouco do WinAVI. Já o FormatFactory levou mais tempo, e acabou em quase o dobro da margem obtida com os outros. Já no segundo teste, o FormatFactory é que levou a taça, fechando mais rápido que todos os outros e ainda por cima com mais qualidade de imagem final.

Isso nos impossibilita de declarar um programa ou outro como vencedor da rodada, uma vez que cada um deles possui uma afinidade específica com cada processo de conversão. Cabe a você verificar qual está de acordo com suas necessidades.

*Em nossos testes o WinAVI travou diversas vezes, principalmente quando tentávamos deixar a janela de conversão em primeiro plano ou quando ocorria a sobreposição de arquivos já existentes. A janela também sumia sem qualquer motivo aparente. Por fim, ele imprime uma marca de compra em seus vídeos, que é extremamente desagradável.

 

Quarta fase

Memória e processamento

Agora que nós já vimos qual foi o mais rápido do pacote, vamos verificar se isso é refletido também nos testes de desempenho, isto é, se o SUPER foi mais rápido porque utilizou melhor o processador e a memória disponíveis ou simplesmente porque seu código é mais eficiente que os demais.

Nota: Todos os programas testados atingiram percentuais de utilização do processador acima da faixa dos 90% (alguns cravaram os 100% por mais de dez segundos), portanto desconsideraremos este fator para os gráficos a seguir.

Consumo de memória (em MB)

Teste de desempenho

Como era de se esperar, o SUPER foi o que mais consumiu memória (com a soma do aplicativo junto ao processo de decodificação), já que ele processou o vídeo muito mais rápido. A surpresa aqui  é o quão leve o FormatFactory é, não atrapalhando a utilização do computador em momento algum durante a conversão. Entretanto, colado com ele chegou o WinAVI, demonstrando talvez sua principal força.

Ganhador da rodada:

FormatFactory!

 

Conclusões

Depois de todos estes testes, a mensagem mais clara é a de que o WinAVI, mesmo embora pago e rápido, não é a melhor das alternativas para o usuário. Ocorreram muitas falhas de conversão e travas do programa, sem contar que ele foi o principal gargalo em nossos testes, sem muitas opções de saída (apenas três). Isso é uma pena, já que sua interface é muito bem projetada. Esperamos que a versão 9.0 do programa (ainda sem demonstração livre) tenha resolvido todos estes problemas.

Já na corrida pelas primeiras posições nós temos dois concorrentes, que são o SUPER e o FormatFactory. Ambos oferecem uma enorme gama de formatos de entrada e saída (com leve vantagem para o FormatFactory), além de configurações específicas para dispositivos portáteis, ideal para quem não tem nem ideia da resolução de um celular, Zune, iPod ou PSP, por exemplo.

O teste de desempenho trouxe um divisor de águas: a velocidade do SUPER em troca do poder de processamento ou o gerenciamento inteligente do decodificador do concorrente, que quase não consome memória e permite que a tarefa seja executada com muita facilidade em plano de fundo, notificando-o ao seu término.

Em nossa opinião o FormatFactory se sai melhor por dois motivos principais: a organização da interface (muito mais atraente que a do SUPER) e a tradução para o português. Mas no fim das contas, se você busca praticidade e não tem muita experiência com conversão, a escolha ideal é o FormatFactory.

Agora, se a sua intenção é poder converter entre todos os formatos da atualidade e com velocidade máxima, não hesite em instalar o SUPER. Tudo depende da necessidade, mas ambos saem campeões do nosso duelo!

Até a próxima!



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!