Você sabe o que é Brickar?

Termo é usado para identificar problemas que comprometem o funcionamento de diversos gadgets.
  • Visualizações30.925 visualizações
Por Rafael Gazzarrini em 18 de Maio de 2012

Você sabe o que é Brickar?

(Fonte da imagem: Shutterstock)

Se você faz uso de qualquer tipo de gadget, é provável que você já tenha passado por uma situação de “brick” (tijolo ou peso de papel, em inglês) e nem mesmo saiba. A única certeza é a de que não foi um momento agradável e sua paciência desceu pelo ralo. O motivo? O “brick” é um defeito ou problema no funcionamento do aparelho, gerado por um erro do próprio dono. Com isso, ele trava e não desempenha nenhuma função, tornando-se um mero “peso de papel”.

Cuidado, normalmente o erro é seu

Você economizou por um longo tempo e finalmente comprou o seu celular. Para que nenhum problema acontecesse, você leu todo o manual e só depois começou a usá-lo. Mas, ao fazer uma atualização de software, você não leu todos os detalhes e fez pela metade — ou fez demais, dependendo da situação. Com isso, o funcionamento do seu celular foi comprometido e agora ele não faz mais nada. É, ele “brickou”.

É lógico que a situação anterior é fantasiosa, mas são com erros simples como esse que o defeito acontece. Contudo, a atualização de software não é a única maneira de “brickar” o seu aparelho. O download de arquivos com vírus ou corrompidos, instalação de programas piratas e alterações de sistema por “hacks” (programação não oficial, normalmente usada em jogos) também são perigosos. 

Contudo, tudo isso pode ser evitado de maneira simples: com informação e cuidado. Sempre que for instalar ou usar algo de origem estranha no seu aparelho, use um bom antivírus, leia bem como é o procedimento e confira se há comentários de outras pessoas. Dessa forma, você pode se prevenir de momentos bem desconfortáveis.

É claro que nem sempre o comprador é o culpado por todos os acidentes durante uma operação. Por isso, fique atento a faltas de luz, grandes descargas elétricas em chuvas ou outros fatores que possam interromper bruscamente o funcionamento do aparelho. Isso deve ser feito principalmente em atualizações de sistema ou de programas. 

Como identificar?

Os defeitos que levam o aparelho a uma situação de “brick” são bem característicos. Para começo de conversa, o gadget vai ligar, mas não normalmente, pois as informações habituais não vão ser carregadas. Na tela, você vai encontrar mensagens de erro ou apenas uma tela preta ou azul — sim, como aquela do Windows.

Você pode até tentar, mas o aparelho não vai responder e nem executar nenhuma operação. Como o próprio termo já indica, o eletrônico vai apenas ser um peso, sem grande utilidade.

Para tudo há solução

Como vários tipos e modelos de eletrônicos podem ser “brickados” de maneiras bem diferentes, não é possível apontar somente uma solução. No entanto, há vários sites e fóruns na internet que tratam da correção desses problemas. O Tecmundo selecionou e separou três opções para você sobre Galaxy, Nintendo Wii e PlayStation3.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!