No seriado House of Cards, Doug Stamper é um chefe de gabinete racional, frio e calculista, mas que volta e meia deixa as emoções aflorarem e toma atitudes das quais se arrepende depois. Na vida real, o ator Michael Kelly, que interpreta o personagem na produção da Netflix, é mais comedido ao falar sobre política.

Em entrevista ao Estadão, Kelly foi questionado sobre o que ele sabe da situação política atual do Brasil. "Sabia dos problemas econômicos e estive lendo a respeito, mas não o suficiente para fazer um comentário político. Somos um programa, uma série de TV", desviou. No seriado, seu personagem é o braço direito do presidente Frank Underwood (Kevin Spacey).

Antes, porém, ele arriscou uma opinião e deu a entender que acha a situação bastante negativa. "Eu não sei a diferença entre um e outro [Lula e Dilma]. Então chegar aqui e me meter nessa sujeirada toda não seria inteligente da minha parte", afirmou.

Kelly estava em Buenos Aires para promover a quarta temporada de "House of Cards" e disse que gostaria muito de visitar o Brasil. Falando sobre a ficção, ele sugeriu que um show de tango seria o convite perfeito para que Underwood fizesse uma visita aos hermanos.

Qual é a sua contribuição ou participação política na internet? Comente no Fórum do TecMundo