O que é tag?

Você conhece o que uma tag? Saiba aqui o que ela é e onde ela pode ser usada e encontrada.
  • Visualizações117.971 visualizações
Por Pablo de Assis em 6 de Maio de 2009

Existem diversas formas de classificar e organizar informações. A mais conhecida é por hierarquias, como se fossem colocadas pastas mais específicas dentro de pastas mais genéricas. Essa organização hierárquica é a forma mais utilizada para armazenar e encontrar páginas na internet, por exemplo.

Mas existe outra forma de organização e classificação de informações extremamente comum na internet e na Web 2.0, que utiliza palavras-chave para relacionar informações semelhantes. Essas palavras-chave são conhecidas como Tags ou metadados. Metadados são dados usados para classificar e organizar arquivos, páginas e outros conteúdos.

Tag, em inglês, é etiqueta“Tag” em inglês quer dizer etiqueta. As tags na internet são palavras que servem justamente como uma etiqueta e ajudam na hora de organizar informações, agrupando aquelas que receberam a mesma marcação, facilitando encontrar outras relacionadas.

Esse sistema de classificação não é novo e já era utilizado em bibliotecas para organizar livros em temas semelhantes. Se alguém queria procurar livros sobre “criação de gatos”, por exemplo, bastava procurar por essa palavra-chave.

Atualmente, na internet, as tags são relacionadas a diferentes conteúdos, como páginas de sites, postagens de blogs, fotos, programas para download, links e marcadores e até mesmo nas micro-mensagens do twitter e nos sistemas de busca como o Google.

Tags em sites e blogs

Tags são muito utilizadas em blogsA forma mais comum de utilizar as tags é relacionar textos na internet. Em um mesmo site, blog ou serviço de blogs (como o Wordpress.com), ao escrever um texto e relacioná-lo a uma tag, faz-se com que todos os textos que são relacionados a essa tag possam ser encontrados mais facilmente.

Imagine que você encontrou um texto que fala sobre criação de gatos. Ao final do texto, você encontra a palavra chave “gato”. Ao clicar sobre essa palavra, você encontra outros textos relacionados à essa palavra, como uma resenha do filme Garfield, ou ainda um artigo sobre diferentes raças de gatos.

Nos sites e nos blogs, as tags costumam aparecer em “nuvens de tags”, ou uma lista ou coleção aparentemente aleatória das tags que mostram, a partir do tamanho das palavras, quais as tags mais utilizadas. Cada tag aqui serve como link para a lista das postagens e artigos que utilizam aquela tag.

Tags em fotos e programas para download

Outra forma muito utilizada é para organizar  fotos e programas para download. Imagine que é mais fácil encontrar um determinado texto pela palavra, pois ele pode conter em seu corpo tal palavra. Mas uma imagem ou arquivo de programa já é mais complicado, pois não há nada que seja passível de busca (a não ser questões técnicas de tamanho e formato). Mas alguns serviços, como o Flickr ou o Fotolog para imagens e o Baixaki para programas, permitem relacionar palavras-chave a esses arquivos. As tags servem aqui como etiquetas e ajudam na busca por outras fotos e arquivos também “etiquetados” com a mesma palavra.

Organize suas fotos usando Tags

Tags no Twitter

Uma outra forma muito utilizada para agrupar informações é colocar tags em postagens no Twitter. Esse sistema de microbloging permite que, dentro dos 140 caracteres de texto sejam colocadas tags que servirão como atalhos de busca para encontrar outros “twits” com a mesma tag. Mas para que tanto o twitter quanto seus usuários reconheçam determinada palavra como uma tag, coloca-se o sinal “#” na frente, formando o que se chama de hashtag. Em inglês, o sinal “#” recebe o nome de hash.

Hashtags são amplamente usados para ajudar a encontrar outros termos relacionados. Vários programas para Twitter, como o TwitterFox, o TweekDeck e o Twhirl já transformam as hashtags em links para o twittersearch, bastando um clique sobre ela para abrir em seu browser a página de busca por micro-postagens com a mesma hashtag.

Tags no Google

Tags são usados em código HTMLTalvez o uso mais importante de tags seja pelo Google. Atualmente, toda página tem em sua estrutura ou código HTML uma lista de tags que ajudam os sistemas de busca a organizar o conteúdo daquele site de acordo com temas semelhantes. Isso economiza tempo e capacidade de processamento na busca, pois evita que o sistema procure por todas as palavras de um site, focando principalmente nas palavras-chave.

Não seria prático para buscadores na internet classificar o conteúdo da web hierarquicamente e é necessário uma forma dinâmica para mostrar não só a página que você procura como também outras páginas com conteúdo semelhante. A melhor forma é utilizando tags. O Google também utiliza as tags relacionadas aos textos e imagens para facilitar a indexação do conteúdo e o resultado das buscas.

Vantagens e desvantagens

A maior vantagem das tags é a facilidade em classificar informações. Isso é extremamente útil em serviços como o Flickr e o Delicious. Este último organiza links a partir das tags relacionadas aos links, facilitando que usuários encontrem páginas semelhantes a partir das tags relacionadas.

Ou quem sabe você encontre um porco rosa!Porém, isso traz uma desvantagem grande que é a falta de critério na utilização das tags. A palavra “rosa”, por exemplo, pode ser usada tanto como etiqueta em uma foto de uma rosa, em um vídeo no youtube do trailer do filme da Pantera Cor-de-rosa ou ainda um conto sobre como uma camisa branca ficou rosa depois de lavada. Isso pode trazer confusão na hora de encontrar mais conteúdo relacionado, justamente pelos diferentes significados que uma mesma palavra pode ter.

Conclusão

Com o crescimento da Web 2.0 ou mídias sociais, onde muita informação é criada e comentada pelo usuário, as tags tornaram-se muito populares. Elas permitem que tanto criadores de conteúdo quanto usuários possam relacionar diferentes temas, criando teias de conhecimento. E atualmente, é justamente essa rede de ideias que faz com que a internet seja uma ferramenta tão fascinante! Você já conhecia as tags? Conte-nos sua experiência e comente se este artigo foi útil para você.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!