Todos nós sabemos que a impressão 3D pode contribuir muito para a evolução da medicina. A prova mais recente disso é um projeto impressionante tocado por cientistas do Centro Médico Wake Forest Baptist, nos Estados Unidos. A equipe conseguiu com sucesso imprimir uma orelha humana com vasos sanguíneos e cartilagens. Essa é a primeira vez que um grupo de pesquisadores conseguem emular um órgão humano com tanta perfeição.

O time utilizou um polímero biodegradável que “sobrevive” ao lado das células da orelha até que esta esteja madura o suficiente até que ela se adapte ao corpo do paciente implantado. Além disso, os pesquisadores usaram uma biotinta à base de água para manter as células vivas difundindo oxigênio e nutrientes até elas – é o líquido rosado que você confere nas imagens abaixo.

Para provar que o órgão fabricado tem total capacidade de se integrar em um ser vivo, os cientistas implantaram a orelha em um rato de laboratório. Em dois meses, ela estava em perfeitas condições, com as cartilagens e vasos sanguíneos devidamente conectados ao organismo do animal. Isso significa que, no futuro, é bem provável que nós conseguiremos imprimir partes do nosso corpo se algo der errado com eles.

Você acha que a impressão 3D vai mudar o mundo? Comente no Fórum do TecMundo