Usando um dos computadores ao seu dispor na Universidade do Missouri Central, o pesquisador estadunidense Curtis Cooper conseguiu calcular o maior número primo* conhecido atualmente – uma “pequena” monstruosidade formada por mais de 22 milhões de dígitos. Recebendo o nome M74207281, o achado foi divulgado pelo grupo de estudiosos voluntários conhecido como Great Internet Mersenne Prime Search (GIMPS), especializado na busca desse tipo de numeral.

Caso você esteja se perguntando para que serve um número primo tão massivo, saiba que esse tipo de sequência numérica é um componente importante para os sistemas de encriptação usados em computadores. Superando o recorde anterior em quase 5 milhões de dígitos, a novidade por enquanto é considerada “grande demais para ter um valor prático atualmente”, mas isso deve mudar com o avanço natural das tecnologias de computação.

O M74207281 faz parte de uma classe bastante rara de numerais, conhecidos como “Primos de Mersenne”. Esse tipo de número primo é encontrado ao multiplicar o algarismo 2 por si mesmo uma quantidade indeterminada de vezes e, por fim, subtraindo uma unidade – o que resulta na fórmula 2p-1. No caso da descoberta mais recente, a conta para chegar ao primo de 22.338.618 dígitos foi 274207281-1.

Vale mais do que dinheiro

A descoberta foi feita por Cooper após “31 dias ininterruptos” de cálculos feitos por um dos computadores da universidade, que conta com nada mais do que um processador Intel Core i7-4790 de 3,6 GHz. Durante o processo, o estudioso recebeu apoio de voluntários do grupo, que analisaram vários candidatos para eliminar aqueles que não eram números primos verdadeiros.

Com o achado, o pesquisador pode receber um prêmio de pesquisa no valor de US$ 3 mil (cerca de R$ 12,2 mil) do GIMPS. O próximo objetivo do grupo é encontrar um Primo de Mersenne com mais de 100 milhões de algarismos, o que pode render a eles uma premiação de US$ 150 mil (quase R$ 613 mil) oferecida pela Electronic Frontier Foundation.

Para entender um pouco mais sobre os números Primos de Mersenne e o significado do novo recorde mundial, você pode ver mais acima o vídeo explicativo (em inglês) feito pelo matemático Matt Parker. Já se fizer questão de ver o número de mais de 22 milhões de dígitos com seus próprios olhos, você pode baixar o arquivo .TXT de 21,7 MB (zipado para ficar com 10,2 MB) clicando aqui.

*É considerado um número primo qualquer numeral natural que só pode ser dividido por si mesmo e por 1.

Você já usou números primos para alguma coisa além de uma prova de matemática? Comente no Fórum do TecMundo