Uma resposta muito bem dada por Mark Zuckerberg está dando o que falar nas redes sociais. Em uma publicação postada na manhã de ontem (03) no Facebook, um comentário chamou a atenção do CEO da rede social o suficiente para merecer uma réplica no melhor estilo “tapa com luva de pelica”, o que nos Estados Unidos chamariam de “Buuurn!” e aqui no bom e velho Brasil seria digno de um “Tomaaa!”. E o melhor: a resposta serve para encorajar todas as mulheres a serem as protagonistas de suas próprias histórias em um mundo ainda dominado pelos homens: o da tecnologia.

Tudo começou com uma postagem de Zuckerberg onde ele fala sobre seus objetivos em 2015 e o que planeja para 2016 em sua vida, sobre como deseja criar um sistema de inteligência artificial para controlar sua casa e ajudar na área profissional, e em quais novas tecnologias ele deve investir para produzir coisas novas.

Every year, I take on a personal challenge to learn new things and grow outside my work at Facebook. My challenges in...

Posted by Mark Zuckerberg on Domingo, 3 de janeiro de 2016

O comentário que chamou a atenção do “papai” do Facebook foi feito pela americana Darlene Loretto, que publicou: “Eu sempre digo para as minhas netas namorarem com o nerd da escola, ele pode virar um Mark Zuckerberg! Obrigado pelo Facebook, pude me reencontrar com minha família e muitos amigos e colegas de escola antigos”.

O comentário da vovó, apesar de fofo e educado, mereceu uma resposta à altura: “Seria melhor encorajá-las a *serem* as nerds da escola para que possam ser as próximas grandes inventoras!”, retrucou Zuckerberg.

O comentário ganhou uma repercussão enorme, recebendo mais de 4 mil “curtir” até a hora dessa publicação e dando o que falar nas redes sociais. Já a resposta de Zukerberg está quase batendo os 22 mil "likes". Tudo isso serve para trazer à tona uma visão antiquada e machista de que as mulheres ganham status social através de casamentos e do esforço dos homens. A situação se agrava em cenários tradicionalmente masculinos (e também machistas) como as áreas de tecnologia, ciências, engenharia e matemática.

A posição do CEO do Facebook é uma boa notícia para quem quer ver um mundo mais igualitário, onde homens e mulheres dividam homogeneamente as mais diversas tarefas, independentemente de carregarem o rótulo limitado de "coisa de homem" ou "coisa de mulher".

O que você achou da resposta dada por Mark Zuckerberg para a mulher que afirmou dizer para as filhas namorarem os "nerds" da escola? Comente no Fórum do TecMundo