Houve um tempo em que o comprometimento de informações pessoais para o roubo de senhas bancárias não era a prioridade do que conhecemos hoje com o “malwares”. Durante as décadas de 1980 e 1990, o objetivo de um vírus costumava ser um só: tornar a máquina do usuário inútil. Telas psicodélicas, pop-ups tão criativos quanto intimidadores e até mesmo figuras clássicas como a de caveiras sorridentes pipocavam sobre os computadores, inviabilizando o simples digitar de um texto.

E quem deseja não apenas conhecer a evolução dos vírus, mas também (acredite) instalar a sombra de um software mal intencionado em seu sistema pode visitar o The Malware Museum, um espaço online dedicado à publicação de registros sobre toda a história de programas maliciosos. Criado por Mikko Hermanny Hyppönen, chefe de pesquisas da empresa especializada em segurança F-Secure, o “Museu dos Vírus” conta com arquivos que emulam alguns dos principais malwares em MS-DOS já criados.

É possível, assim, fazer o download de uma “ameaça” sem que mensagem de erro alguma seja exibida – o código prejudicial dos softwares foi todo removido através de um processo de filtragem feito pelo próprio programador. Naturalmente, grande parte do catálogo disponível está obsoleta devido, justamente, às atualizações pelas quais os SOs passaram.

The Malware Museum pode ser acessado por meio desta página – os downloads dos emuladores de uma sinistra mensagem “ha!” ou de um vírus que investe em efeitos visuais sob o sugestivo nome de “LSD.COM” também podem ser feitos através do site.

...

Qual antivírus você usa em seu computador? Comente no Fórum do TecMundo