Malware de Android não é o que parece

Symantec esclarece problemas com Counterclank e alega que não se trata de uma ameaça.
  • Visualizações11.102 visualizações
Por Maria Luciana Rincon Y Tamanini em 31 de Janeiro de 2012

Malware de Android não é o que parece

A Symantec parece ter acusado antes de fazer as devidas perguntas. A empresa lançou na semana passada um alerta sobre um código malicioso encontrado em 13 apps disponíveis no Android Market.

No entanto, tudo parece indicar que o tal código, chamado “Android.Counterclank”, na verdade não se qualifica como um malware. Na realidade, o Counterclank se trata de um SDK agressivo, que serviria para ajudar apps (normalmente os gratuitos) a incrementar suas vendas. Para isso, o código utiliza algumas ações que os usuários acham bastante irritantes, como envio de propaganda e notificações relacionadas ao app.

Embora seja desagradável, o código não estaria tentando roubar dados das pessoas nem comprometer os aparelhos de ninguém. A Symantec teria solicitado que a Google retirasse Counterclank do Android Market, mas empresa se recusou a fazê-lo.

Para empresas como a Symantec é sempre interessante manter certo nível de precaução junto aos consumidores de qualquer plataforma, mas ficou bastante clara a diferença entre “malicioso” e “irritante” neste episódio.



Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos esta matéria?
Colabore com o autor clicando aqui!