Com a enorme quantidade de smartphones bastante similares que estão disponíveis hoje e continuam sendo lançados todos os dias, a LG resolveu que era hora de tentar mudar um pouco as coisas com o seu novo celular, o V10. Contando com uma tela secundária e duas câmeras frontais, o dispositivo parece realmente ter motivos para se destacar. No que diz respeito à bateria, no entanto, a história aparenta ser completamente diferente.

Chegando com uma exigente tela QHD de 5,7 polegadas e com o processador Qualcomm Snapdragon 808 em seu interior, era de se esperar que o V10 precisaria de um cuidado especial com a vida útil da sua bateria. Questionando se a célula removível de 3 mil mAh colocada no aparelho pela fabricante daria conta do recado, o PhoneArena executou testes detalhados e constatou que a resposta é um sonoro não.

Entre os principais smartphones recentes com telas grandes testados pelo site, o V10 ficou em último lugar no quesito vida útil da bateria, com um total de 5 horas e 51 minutos de duração. Para chegar a essa constatação, o PhoneArena deixou todos os celulares com nível de brilho de 200 nits e executou um script que imita o uso típico de um smartphone. O primeiro lugar foi para o Motorola Droid Maxx 2 (11 horas e 33 minutos), e o segundo teve empate entre o Samsung Galaxy Note 5 e o Apple iPhone 6s Plus (ambos com 9 horas e 11 minutos).

Virando o jogo

Curiosamente, o LG V10 compensa em parte a falha acima graças à sua grande velocidade de recarga. Segundo o site, a novidade leva apenas 1 hora e 5 minutos para ir da ausência total de energia até o carregamento completo da bateria, ficando em primeiro lugar nesse quesito. Aqui, o Note 5 cai para terceiro lugar (1 hora e 21 minutos), o Droid Maxx aparece em quarto (1 hora e 45 minutos), e o iPhone 6s Plus fica em último (2 horas e 45 minutos).

O que você achou dos defeitos e das vantagens da bateria do LG V10 em comparação aos seus rivais? Comente no Fórum do TecMundo