O jogo Ant Simulator era esperado: nele, você acompanharia a rotina de um formigueiro, conviveria com diversas espécies de formigas e até precisaria gerenciar a sua comunidade. Porém, note os verbos conjugados no passado. Acontece que o game foi cancelado de uma hora para outra — e o motivo é um dos mais bizarros possíveis.

O desenvolvedor Eric Tereshinski revelou em um áudio postado no YouTube que o título não vai mais existir porque os sócios dele simplesmente gastaram a verba arrecadada no Kickstarter e a partir de outros investimentos com farra: mulheres, bebidas e restaurantes. A primeira reação ao conhecer a história é normalmente dar risada por conta do estranhamento da situação, mas o caso é, na verdade, bastante triste.

Entenda o caso

"Eu recentemente descobri que meus ex-parceiros de negócios estavam secretamente roubando dinheiro da companhia. Eles estavam gastando secretamente a maioria do dinheiro do Kickstarter e do investimento no Ant Simulator em bebidas, restaurantes, bares e até strippers", comunicou

"Essa além de muitas outras razoes é porque me ficou claro que eu não posso ter minha carreira associada com esses caras. Meus ex-sócios falaram para mim que se eu fosse lançar Ant Simulator sem eles, vão me processar. Eu realmente não tenho outra opção"

"Eu confiava neles e eles foram meus amigos por 11 anos. Cometi o erro de confiar neles. Isso significa que me demitir e cancelar Ant Simulator, já que eu era o programador, é a última opção disponível para mim agora. Isso obviamente é um enorme e desapontante passo para trás, mas vou continuar desenvolvendo games"

Resposta da Kickstarter

O Kickstarter respondeu que o game Ant Simulator não recebeu financiamento direto pelo site. O que a desenvolvedora ETeeski conseguiu por lá foi o crowdfunding para os vídeos de programação de jogos “Ultimate gamedev tutorials”, feitos em paralelo ao projeto. Cerca de US$ 4,46 mil foram arrecadados — e posteriormente gastos pelos sócios malandros.

Ou seja, os ex-colegas de Eric roubaram não só o dinheiro que financiava os vídeos (agora removidos do canal por questões jurídicas após o desligamento do programador), mas também a verba arrecadada pelo site do título, que seria usado para finalizar o game. Quem fez a pré-compra do game vai receber o retorno do dinheiro.